Eddie Keogh / Reuters
Eddie Keogh / Reuters

Liga Europa define finalistas nesta 5ª; Atlético de Madrid x Arsenal é destaque

Na outra semifinal, Olympique de Marselha defende vantagem contra Red Bull Salzburg

Estadão Conteúdo

03 Maio 2018 | 11h00

A Liga Europa conhecerá nesta quinta-feira, a partir das 16 horas, os seus dois finalistas, que disputarão o título no próximo dia 16, no estádio Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, na França. Na Áustria, o Red Bull Salzburg recebe o tradicional clubes francês Olympique de Marselha, que na ida fez 2 a 0 e tem boa vantagem. Mas o grande destaque é mesmo o duelo entre Atlético de Madrid e Arsenal, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri.

+ Wenger minimiza boa fase da zaga do Atlético de Madrid: 'Em algum momento acaba'

+ Simeone é denunciado por insultar árbitro em jogo do Atlético na Liga Europa

O técnico do Arsenal, o francês Arsène Wenger, tentou minimizar nesta quarta-feira a força defensiva do Atlético de Madrid, que não leva gols em casa há 11 jogos. Ele sabe que se quiser avançar à final, o time inglês terá que acabar com esse tabu. "A história tem que acabar em algum momento. É isso que vamos tentar fazer. No primeiro jogo criamos chances, mas não mandamos a bola para a rede. Temos que manter o mesmo comprometimento. Não pensar onde estamos jogando, só em como vamos atacar", afirmou.

Arsenal e Atlético de Madrid empataram em 1 a 1, na Inglaterra, o primeiro jogo da semifinal da Liga Europa. Por conta da regra do gol fora de casa, o time espanhol avança à final com uma igualdade sem gols nesta quinta-feira.

Sobre o adversário, Arsène Wenger enalteceu o trabalho do técnico argentino Diego Simeone. Mas, questionado se seria o confronto entre duas diferentes gerações de treinadores, ele negou. Como justificativa, citou alguns feitos do comandante argentino. "Honestamente, não sinto a minha idade. E também não acho que o Simeone seja um técnico jovem. Ele já tem muita experiência, por sinal. Já ganhou Liga dos Campeões, foi campeão espanhol e já havia trabalhando antes de chegar na Espanha", disse.

Arsène Wenger também não comentou sobre a escalação de sua equipe, mas avisou que terá uma preocupação especial com Antoine Griezmann. "Ele fez o gol na semana passada. É um jogador que eu acompanho. Se mudou da França muito jovem, e construiu sua história longe de casa. Ele tem uma carreira excepcional e parece que ama jogar. Além de tudo é muito talentoso", finalizou.

DE VOLTA

O lateral-esquerdo brasileiro Filipe Luis foi relacionado nesta quarta-feira por Diego Simeone para o duelo do Atlético de Madrid contra o Arsenal. O atleta retomou os treinamentos com o restante do elenco no último sábado e agora foi liberado pelo departamento médico para a partida.

Filipe Luis está recuperado de uma fratura na fíbula da perna esquerda, sofrida em 15 de março, no jogo contra Lokomotiv Moscou, pelas oitavas de final da Liga Europa.

Por conta da lesão, ele precisou passar por cirurgia. Agora correrá contra o tempo para retomar o ritmo de jogo e com isso tentar voltar a fazer parte da lista de Tite. O treinador convocará a seleção brasileira para a Copa do Mundo da Rússia no próximo dia 14.

Apesar de estar recuperado, Filipe Luis deverá começar no banco de reservas na partida desta quinta-feira do Atlético de Madrid. O lateral-esquerdo ficou de fora dos últimos nove jogos de sua equipe - Lucas Hernández tem sido seu substituto.

Para o duelo, Diego Simeone não poderá contar com os laterais Juanfran Torres e Sime Vrsaljko. O primeiro se recupera de lesão muscular e o outro terá que cumprir suspensão por ter sido expulso no jogo de ida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.