Liga Rio-SP define cotas para clubes

Flamengo e Corinthians, que se julgavam no direito de receber cotas maiores pelos direitos de transmissão dos jogos pela televisão, perderam a primeira briga nos bastidores. Nesta segunda-feira, em reunião da Liga Rio-São Paulo, foi definido que os dois clubes vão receber o mesmo valor de Palmeiras, São Paulo e Vasco: R$ 5 milhões pela disputa do Rio-São Paulo. Flamenguistas e corintianos alegam que deveriam levar vantagem por contar com as duas maiores torcidas do País.A TV Globo, detentora dos direitos, pagou R$ 65 milhões à Liga e os dirigentes ainda não haviam dividido as fatias do bolo. Santos, Botafogo e Fluminense foram jogados para o segundo escalão e ficarão com R$ 4,5 milhões. Portuguesa, Ponte Preta e Guarani vão embolsar R$ 2,5 milhões e os demais receberão R$ 900 mil.Os cartolas aceitaram pacificamente as resoluções da Liga, mas deixaram a reunião aborrecidos, cientes de que o produto futebol está mesmo em decadência. "É difícil fazer o cálculo, mas os clubes paulistas vão ganhar no Rio-São Paulo uns 25% menos do que ganhavam no Campeonato Paulista", declarou Paulo Amaral, presidente do São Paulo e um dos secretários da Liga. O campeão do torneio será premiado com a quantia de R$ 2,5 milhões e o vice, com R$ 1 milhão. O Paulista pagava R$ 4 milhões ao vencedor.Os dirigentes ratificaram o sistema de disputa. Todas as 16 equipes se enfrentarão e os 4 melhores se classificam para as semifinais. Está prevista uma festa na abertura da competição, sábado, em Jundiaí, onde jogarão Jundiaí e São Paulo.

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2002 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.