Denis Charlet/AFP
Denis Charlet/AFP

Lille demite técnico Marcelo Bielsa após suspendê-lo no mês passado

Treinador argentino ficou um período suspenso antes da demissão

Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2017 | 16h22

O Lille definiu nesta sexta-feira a demissão do técnico Marcelo Bielsa. Em um caso que já vinha se arrastando desde o mês passado, o clube francês finalmente anunciou a saída definitiva do argentino após chegar a suspendê-lo diante dos maus resultados no Campeonato Nacional.

+ Neymar volta aos treinos no PSG e reforçará a equipe no sábado

Sem muitas informações, o Lille limitou-se a informar que "encerrou o contrato" de Bielsa, "após encerrar o processo disciplinar" que havia iniciado contra o treinador argentino.

Bielsa estava afastado do comando do Lille desde novembro, quando a diretoria anunciou a decisão de suspendê-lo. O clube não revelou o motivo exato que a levou a esta opção, mas a imprensa europeia noticiou que casos de indisciplina teriam sido a razão e que a demissão só não foi prontamente definida por causa do alto valor da multa rescisória do treinador.

O Lille contratou mais de dez jogadores na última janela para transferências, incluindo os brasileiros Thiago Mendes, Thiago Maia e Luiz Araújo, com a esperança de ir à próxima Liga dos Campeões. Mas os resultados não corresponderam e Bielsa deixou a equipe na zona de rebaixamento.

Atualmente o Lille ocupa a 18.ª colocação na tabela, com 18 pontos, ainda na zona da degola. Sem Bielsa, a diretoria definiu um quarteto para comandar a equipe, formado pelo auxiliar Fernando Da Cruz, João Sacramento, Benoit Delaval e Franck Mantaux.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.