Liminar devolve Mineiro ao São Caetano

O técnico Tite comandou os treinos do São Caetano nesta quinta-feira à tarde de olho no que acontecia em Campinas, onde o clube brigava para dar condições legais de jogo ao volante Mineiro. O jogador foi liberado, através de ação da advogada Gislaine Nunes junto à 6ª Vara da Justiça do Trabalho de Campinas, para continuar defendendo o time do ABC.Mineiro vinha atuando sob efeito de uma liminar, em virtude da falta de pagamentos de salários por parte da Ponte Preta. Só que esta liminar foi cassada no último dia 2 de fevereiro, quando o jogador não compareceu a uma audiência. A advogado do jogador reconhece o fato. "Realmente, o Mineiro havia perdido o primeiro processo, pois não pôde comparecer à primeira audiência, mas que em razão da inadimplência da Associação Atlética Ponte Preta, ele obteve novamente a sua liberação em um novo processo", explicou Gislaine Nunes. Ela, porém, não revela os valores que cobra do clube de Campinas.Por conta desta briga jurídica, Mineiro não participou de dois jogos do São Caetano, contra o The Strongest, pela Libertadores, e com o Oeste, pelo Campeonato Paulista. Tanto que, agora, ele pode ser a novidade no jogo contra o Marília, domingo, no ABC.Tite só deve definir o time após o coletivo desta sexta-feira à tarde. O volante Marcelo Mattos, com dois cartões amarelos, está suspenso, mas Fábio Santos, após cumprir suspensão, pode voltar. Gustavo, recuperado de contusão, deve recuperar a vaga ocupada por Thiago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.