Vitor Silva/SS Press/Divulgação
Vitor Silva/SS Press/Divulgação

Lindoso pede para Botafogo esquecer fracasso e projeta recuperação

Meia cobra foco na Taça Rio depois de tropeços recentes no Estadual e na eliminação diante do Aparecidense

Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2018 | 17h02

O discurso no Botafogo é uníssono: esquecer a eliminação precoce na Copa do Brasil para poder pensar em título na Taça Rio, que está prestes a começar, e também em boas exibições no restante da temporada. O meia Rodrigo Lindoso assegurou que o fracasso diante do Aparecidense na Copa do Brasil não é mais assunto no clube carioca, o que foi reiterado pelo técnico Alberto Valentim logo em sua apresentação como novo comandante do clube na semana passada.

+ Presidente do Vitória promete punir atletas

+ Clube afasta jogador que agrediu gandula

"Não falamos mais e sabemos a devastação que isso causou. Mas aqui mesmo nessa sala o Valentim, quando assumiu, deixou bem claro que não adianta ficar remoendo isso que passou. A torcida ficou muito chateada e entendemos isso, a responsabilidade era nossa, mas como profissionais temos que esquecer isso e seguir em frente. Estamos bem focados no Estadual e nessa Taça Rio que pode ser fundamental para darmos a volta por cima", disse o jogador em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

A eliminação na competição nacional e a derrota para o Flamengo que culminou com a desclassificação nas semifinais da Taça Guanabara deram ao Botafogo ao menos alguns dias a mais para que Valentim possa conhecer o elenco e tenha mais tempo para treinar seus novos comandados.

"Ele (Valentim) até comentou o fato de ter um tempo a mais para trabalhar, coisa que é difícil para um treinador que chega já com o trabalho em andamento. Sem atropelar nada ele está trilhando seu caminho. Estamos nos dando bem, é um grupo bom e esperamos que com as vitórias tenhamos mais tranquilidade para aprender cada vez mais", afirmou Lindoso.

Meia de origem que foi deslocado para a posição de volante na temporada passada, quando teve bom rendimento, Lindoso, diante de um início turbulento de temporada, não liga se o Botafogo não tiver boas apresentações, mas conseguir as vitórias.

"Podemos encontrar um pouco de dificuldade no início de temporada, o que é comum aos clubes no começo do trabalho. Agora isso igualou e precisamos do resultado positivo, mesmo que sem uma exibição tão boa. Só perdemos um pouco por conta do ritmo de jogo em relação aos outros mesmo com um treino muito intenso. Independentemente não pensamos em vantagens ou desvantagens, mas sim que temos que estar fortes".

Depois de ter quase duas semanas para descansar e treinar, o Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Nova Iguaçu no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, pela primeira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.