Vitor Silva/SS Press/Divulgação
Vitor Silva/SS Press/Divulgação

Lindoso pede 'pés no chão' ao Botafogo e cita derrota para lanterna em 2017

Equipe enfrenta o Ceará nesta quarta-feira, no Engenhão, pelo Brasileirão

Estadão Conteúdo

04 Junho 2018 | 18h22

Após vencer o clássico contra o Vasco por 2 a 1 no último sábado, o Botafogo trabalha para conter a empolgação e manter os pés no chão antes do duelo contra o lanterna Ceará, nesta quarta-feira, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, em duelo pela 10.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Valentim vê organização defensiva e pegada como identidades do Botafogo

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, Rodrigo Lindoso citou a derrota por 2 a 1 no ano passado para o Atlético Goianiense, então lanterna do Brasileirão - o time goiano foi o primeiro rebaixado - para dizer que não espera facilidade contra o último colocado da atual edição do torneio nacional. O revés em 2017 serve de exemplo para que o time jogue com atenção e faça diferente desta vez.

"Não será mais fácil para nós. Isso nem passa na nossa cabeça. Ano passado mesmo, tivemos o exemplo do Atlético Goianiense no fim do Brasileiro, aqui (no Engenhão), e perdemos. Então temos que entrar firmes", disse Rodrigo Lindoso.

O meia acredita que as dificuldades em confrontos diante de líderes e times que estão na zona de rebaixamento são semelhantes e projetou um bom resultado para que a equipe alvinegra suba na tabela de classificação e encoste nos primeiros colocados.

"São duas situações mais delicadas: pegar clube que está brigando pela liderança e outra com clube que quer deixar a zona de rebaixamento. A pressão é muito grande nas duas ocasiões", analisou. "É um jogo que pode nos fazer dar um bom salto na tabela. Esperamos mesmo que possamos vencer", completou o meia.

Apesar do discurso cauteloso, Rodrigo Lindoso é ambicioso quanto às pretensões do Botafogo na competição nacional. O meia disse ser possível o time alvinegro brigar pela primeira posição. "Almejamos a ponta da tabela. Tivemos um período de três jogos sem vitórias, mas creio que outras equipes também oscilarão. É interessante esse jogo de quarta-feira. Contra o Vasco, tiramos a pressão e saímos um pouco de perto da zona", afirmou.

O triunfo sobre o Vasco no estádio de São Januário colocou o Botafogo na 12.ª posição, com 12 pontos. Uma nova vitória pode deixar o time do técnico Alberto Valentim perto dos primeiros colocados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.