Linense bate Mogi e empurra Lusa para a zona de rebaixamento

Portuguesa tem um jogo a menos, mas é a 17ª na classificação geral

Estadão Conteúdo

25 Março 2015 | 21h41

Na luta contra o rebaixamento, o Linense conseguiu importante vitória ao fazer 1 a 0 no Mogi Mirim, nesta quarta-feira, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista. O resultado foi justo porque o time da casa sempre buscou a vitória, principalmente no segundo tempo. Com isso, o Linense chegou aos 13 pontos, em terceiro lugar no Grupo C e fora da zona de descenso, agora ocupada pela  Portuguesa, com 11  pontos e na 17.ª posição na classificação geral, embora com um jogo a menos.

Sem vencer há seis jogos, o Mogi Mirim perdeu a vice-liderança do Grupo A para o Red Bull Brasil, que ganhou do Marília e atingiu os 18 pontos.

Apesar do empate sem gols no primeiro tempo, o jogo foi bastante movimentado e repleto de chances de gols. Tanto que os dois goleiros trabalharam bastante. Em casa, o Linense foi mais ofensivo, escalado pelo técnico Narciso com três atacantes. Isso, porém, sobrecarregou o setor de marcação, permitindo os perigosos contra-ataques do time visitante.

O Mogi Mirim teve três grandes chances, uma com Geovane e duas com Magrão, com o goleiro Anderson fazendo três grandes defesas. De outro lado, o Linense, que errou nas finalizações no começo, depois acertou o pé e obrigou o goleiro Daniel a trabalhar em chutes de Diego e Igor.

No intervalo, Narciso pediu "mais agrupamento" no Linense, adiantando a marcação para evitar o contra-ataque do visitante. Não alterou o time na volta, mas antes dos 10 minutos fez duas substituições ao mesmo tempo. Entraram Serginho e Clebson, respectivamente, nos lugares de Gilsinho e Nando. A coragem foi premiada pelo gol aos 14. Serginho desceu pelo lado esquerdo e cruzou para trás. Diego pegou de pé esquerdo, de primeira e no canto direito de Daniel.

Perdido em campo com a linha de marcação com quatro atacantes na sua saída de bola, o Mogi Mirim perdeu o poder de contra-ataque. Tanto que Claudinho tentou reforçar o meio de campo com a entrada de Elvis no lugar de Geovane. O time não melhorou e não evitou a derrota.

No final de semana, os dois times voltam a campo pela 13.ª rodada. O Linense vai até a capital no domingo, onde enfrenta o São Paulo, às 16 horas, no estádio do Morumbi. No sábado, o Mogi Mirim vai receber o lanterna Marília.

FICHA TÉCNICA

LINENSE 1 x 0 MOGI MIRIM

GOL: Diego, aos 14 minutos do segundo tempo.

LINENSE: Anderson; Bruno Moura (Eric), Álvaro, Adalberto e Igor; Memo, Moisés Ribeiro e Gilsinho (Serginho); William Pottker, Nando (Clebson) e Diego. Técnico: Narciso.

MOGI MIRIM: Daniel; Valdir, Fábio Sanches, Wagner Silva e Leonardo; Magal, Hygor, Edson Ratinho (Franco) e Vitinho; Geovane (Elvis) e Magrão (Rivaldo Junior). Técnico: Claudinho Batista.

CARTÕES AMARELOS: Bruno Moura e Anderson (Linense); Edson Ratinho (Mogi Mirim).

ÁRBITRO: Douglas Marques das Flores.

RENDA: R$ 13.560,00.

PÚBLICO: 889 pagantes.

LOCAL: Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP).

Mais conteúdo sobre:
futebol Paulistão Linense Mogi Mirim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.