Linense procura FPF após suposta escalação irregular do Penapolense

Se comprovada falha do semifinalista do Paulistão, Linense espera voltar ao torneio nas quartas

O Estado de S. Paulo com Rádio Estadão,

27 de março de 2014 | 01h17

SÃO PAULO - Classificado para as semifinais do Paulistão, o Penapolense está na mira de quem também queria uma vaga nas fases decisivas do campeonato. Algoz do São Paulo nos pênaltis, o time é acusado pelo Linense de ter escalado irregularmente o meia Matheus Índio durante o torneio.

Em entrevista à Rádio Estadão, o presidente do clube de Lins, José Hugo Moreira, alega que está em contato com a Federação Paulista de Futebol e tomará as medidas cabíveis para voltar à disputa e jogar as quartas de final com o Tricolor da capital.  O Linense ficou fora da fase de mata-mata com o terceiro lugar no Grupo A, atrás de São Paulo e Penapolense

"Amanhã (quinta) vamos tomar pé do que aconteceu realmente. Não queremos causar nenhuma confusão no campeonato, nenhum tapetão. Se é que o Linense tem algum direito, vamos correr atrás". Moreira afirma ainda que as informações são desencontradas e precisam ser esclarecidas.

A alegação contra o Penapolense é de que Índio estava inscrito em times diferentes na CBF e na Confederação Paulista de Futebol quando atuou contra o Ituano e Corinthians, impossibilitando-o de jogar. No ano passado, ele pediu a rescisão de seu contrato com o Vasco por falta de pagamento. Caso o time seja punido pelas duas escalações, o Linense passa à frente na classificação geral de grupos.

À rádio Joven Pan, o presidente do Penapolense, Nilson Moreira, nega qualquer anormalidade. "Primeiro, o Penapolense jogou contra o Ituano com sua equipe reserva e se soubesse de qualquer irregularidade por parte do atleta, não o teria escalado. Segundo, mesmo que o Tribunal de Justiça nos condene, o artigo 214 é bem explícito e claro, ainda dá o direito da Penapolense seguir no campeonato. A Federação já está ciente de tudo isso e a Penapolense não pode ser responsabilidade por algo que não fez", ressaltou.

QUARTAS DE FINAL

O Penapolense disputou com o São Paulo na noite desta quarta-feira partida que lhe garantiu na semifinal do campeonato, contra o Santos. A decisão nos pênaltis terminou em 5 a 4. Derrotado, o São Paulo também poderia ser beneficiado com uma possível invalidação do jogo, tendo nova chance de avançar à próxima fase em partida contra o Linense. "O São Paulo poderia passar a ser outro interessado, mas não quero acreditar que isso mude critérios de julgamento do caso. Se não estava apto a jogar, o Penapolense deve perder os pontos da partida e mais três.", reforça Moreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.