AFP | 13.01.2015
AFP | 13.01.2015

Lionel Messi esnoba 'perseguição' de Cristiano Ronaldo

Argentino minimiza busca de rival em lhe alcançar no número de prêmios da Bola de Ouro da Fifa: 'O que mais me importa são títulos'

O Estado de S. Paulo

13 de janeiro de 2015 | 08h50

O argentino Lionel Messi minimizou a obsessão de Cristiano Ronaldo em lhe alcançar como o maior vencedor do prêmio de Bola de Ouro da Fifa. O jogador do Barcelona não demonstrou estar preocupado com a meta do rival português e ainda respondeu, em entrevista aos jornalistas, de forma humilde e em tom tranquilo: "Apenas tento conseguir títulos. É o que mais me importa", afirmou ao jornal Olé.

Na disputa direta entre os dois craques do futebol mundial o placar é de quatro Bolas de Ouro para Messi (2009 a 2012) contra três de Cristiano Ronaldo (2008, 2013 e 2014). Nesta terça-feira, no discurso de agradecimento pelo prêmio, o camisa 7 do Real Madrid prometeu lutar para se igualar ao rival. "Consegui três troféus, agora estou atrás de Messi, com quatro. Espero não parar por aqui. Quero alcançar o Messi na próxima temporada", disse.

O atacante do Barcelona disse ainda estar focado na disputa da atual temporada pelo clube catalão, principalmente na corrida pelo título da Liga dos Campeões. Pela seleção argentina, Messi disputa ainda a Copa América neste ano, no Chile, competição que a equipe não vence desde 1993. "Não foi possível nesta ocasião (ganhar a Bola de Ouro), mas temos que pensar já na próxima", comentou o argentino, que em 2014 foi eleito o melhor do jogador da Copa do Mundo.

A dupla tem travado uma disputa particular pelos prêmios da Fifa. Nas últimas sete edições, apenas os dois foram os vencedores da honraria. Além dessa rivalidade, ambos polarizaram o futebol espanhol, onde jogam pelos principais clubes do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.