Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Lionel Messi marca, Barcelona vence em casa e é campeão espanhol pela 26ª vez

Os comandados de Ernesto Valverde faturam o sétimo título espanhol do clube nos últimos dez anos

Redação, Estadao Conteudo

27 de abril de 2019 | 18h38

De forma incontestável e com antecipação de três rodadas, o Barcelona conquistou neste sábado o título do Campeonato Espanhol. O craque argentino Lionel Messi, poupado para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa contra o Liverpool, entrou em campo depois do intervalo e foi o autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Levante, no estádio Camp Nou, em Barcelona, que garantiu a 26.ª taça nacional aos catalães.

Dominante no Campeonato Espanhol, o Barcelona faturou o título pela sétima vez nos últimos 10 anos, sendo o segundo de forma consecutiva. Ainda é o segundo maior vencedor da competição, mas se aproxima ainda mais do rival Real Madrid, que tem 33 conquistas.

O título ganho neste sábado pode ser apenas o primeiro neste final de temporada. O Barcelona está nas semifinais da Liga dos Campeões - enfrenta o Liverpool nos próximos dois meios de semana - e na decisão da Copa do Rei contra o Valencia, no dia 25 de maio, no estádio Benito Villamarín, de propriedade do Betis, na cidade de Sevilha.

O Barcelona entrou em campo neste sábado com seis pontos de vantagem sobre o vice-líder Atlético de Madrid, que mais cedo havia derrotado o Valladolid. Com 80 pontos, bastava apenas vencer o Levante para não poder ser mais alcançado pelo time da capital espanhola, já que, caso as equipes terminassem com a mesma pontuação ao final do campeonato, os catalães levariam vantagem no confronto direto, que é o primeiro critério de desempate.

Em campo, mesmo sem Messi, o Barcelona praticamente não deu chances ao Levante no primeiro tempo e só não saiu com um placar positivo por errar nas finalizações. Phillipe Coutinho foi o principal nome do time com várias finalizações. O brasileiro parou nas ótimas defesas do goleiro Aitor Fernández e acertou o travessão em um chute forte.

O técnico Ernesto Valverde colocou Messi no intervalo e as chances de gol seguiram para o Barcleona. O gol finalmente saiu aos 16 minutos. Após bate-rebate dentro da área, o volante chileno Arturo Vidal deu passe para o craque argentino, que deu um corte seco e finalizou de pé esquerdo colocado no cantinho do goleiro. Aitor Fernández ainda resvalou na bola, mas a viu entrar na sua meta.

Esse foi o 34.º gol de Messi no Campeonato Espanhol. Ele é o artilheiro da competição e faturou o 10.º título nacional em sua carreira.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.