Lippi volta a testar dois atacantes em treino da Itália

Marcello Lippi, técnico da seleção italiana, voltou a testar seu esquema tático preferido, com um meia-atacante um pouco atrás de dois atacantes de ofício, em uma sessão de treinos neste sábado, com portões fechados. O teste foi o último treino da equipe no Centro Deportivo de Meiderich antes da viagem rumo a Kaiserslautern, onde na segunda-feira a Azurra enfrenta a Austrália nas oitavas-de-final. Apesar de fazer mistério, Lippi deu a entender que voltará a adotar o esquema 4-3-1-2, confirmando o meia Francesco Totti atrás dos atacantes Luca Toni e Alberto Gilardino. Até porque em outra parte do treino adotou o mesmo sistema, desta vez com o meia Del Piero atrás de Vincenzo Iaquinta e Filippo Inzaghi. Tudo leva a crer que, com os desfalques do lesionado Alessandro Nesta e do suspenso De Rossi, o técnico deve mandar a campo a seguinte escalação: Buffon; Zambrotta, Cannavaro, Materazzi e Grosso; Gattuso, Pirlo e Perrotta; Totti; Toni e Gilardino. Lippi parece ter deixado de lado o esquema menos ofensivo de um atacante apenas à frente de Totti, utilizado contra a República Tcheca, na vitória por 2 a 0 na última quinta-feira. Apesar do resultado, as críticas de boa parte da torcida e da imprensa foram grandes na ocasião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.