Rafael Riberio/Vasco
Rafael Riberio/Vasco

Lisca pede para sair e deixa comando técnico do Vasco apenas 50 dias após assumir o cargo

Treinador dá adeus ao clube carioca após a derrota por 3 a 1 para o Avaí nesta terça-feira, pela Série B do Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2021 | 16h11

Não durou nem dois meses a passagem de Lisca como treinador do Vasco. Após 50 dias no cargo, o desligamento do técnico de 49 anos aconteceu nesta quarta-feira, dois dias depois da derrota por 3 a 1 para o Avaí, em Florianópolis, pela 23ª rodada da Série B do Brasileirão. Ele deixa o clube em nono lugar na tabela de classificação , a seis pontos da zona de acesso.

Contratado no dia 20 de julho, Lisca comandou o Vasco em 12 jogos. Foram quatro vitórias, um empate um e sete derrotas. O anúncio de sua saída foi feito pelo clube alvinegro através de um comunicado em suas redes sociais e no site oficial.

"O Club de Regatas Vasco da Gama informa que Lisca não é mais o treinador do Clube. O profissional solicitou seu desligamento ao Departamento de Futebol nesta quarta-feira (08/09), antes do primeiro treinamento da equipe visando o duelo contra o CRB (AL), pelo Campeonato Brasileiro", informou o clube, agradecendo o trabalho.

"O Vasco da Gama agradece ao técnico, assim como aos auxiliares Márcio Hahn e Cauan de Almeida, por todo empenho e dedicação ao longo do período à frente do Clube. O auxiliar técnico Fábio Cortez e o preparador físico Daniel Félix, que fazem parte da comissão permanente do Vasco, comandarão os treinamentos até a definição do novo treinador para a sequência da temporada", finalizou a nota.

Em um vídeo publicado no mesmo comunicado oficial, o treinador agradeceu a oportunidade e disse que espera voltar "numa outra situação". "Estou passando aqui para me despedir de vocês do clube e agradecer a todos, aos funcionários, aos jogadores, colaboradores. E em especial ao Alexandre Pássaro, nosso gerente, e ao nosso presidente Jorge Salgado. São duas pessoas que tive o prazer de conhecer pessoalmente e vi como são pessoas diferentes nesse meio do futebol", disse Lisca.

"A gente tentou de todas as maneiras buscar o objetivo do clube num curto espaço de tempo, no curto prazo que tinha para trabalhar. Infelizmente os resultados não vieram. O objetivo aqui era ter resultado a curtíssimo prazo. Como isso não aconteceu, hoje estou me desligando do clube", acrescentou o treinador.

"Desejo um grande final de campeonato, que o Vasco busque o objetivo, que é o acesso. Que fala jogos melhores que conseguiu fazer comigo. É uma tristeza muito grande, é uma oportunidade que eu tentei durante 30 anos, para buscar espaço num clube como o Vasco. Mas chega um momento que tem que hombridade para saber que o trabalho não funcionou. Por isso, tomei essa decisão. Estou passando aqui para agradecer a toda torcida vascaína. Muito obrigado a todos, espero um dia poder voltar a esse grande clube, numa outra situação", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.