Domenech Castellò / EFE
Domenech Castellò / EFE

Lista de dispensa do Barcelona deve movimentar perto de R$ 2,3 bilhões

Valor de mercado de alguns dos jogadores que podem deixar o clube mostra que time espanhol tem a chance de faturar alto com as mudanças

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2020 | 05h02

Um dos maiores vencedores do futebol mundial nos últimos anos, o Barcelona viu sua soberania ser derrubada nesta temporada e isso fará com que o clube espanhol passe por uma grande reformulação. Lionel Messi  encabeça uma lista de grandes nomes da equipe que devem sair em breve e podem movimentar algo em torno de R$ 2,3 bilhões – considerando-se apenas o valor de mercado dos jogadores.

O Barça terminou a temporada sem títulos, algo que não acontecia desde 2008. Para escancarar ainda mais o ano ruim, o time espanhol foi humilhado pelo Bayern de Munique com a derrota por 8 a 2, pela Liga dos Campeões. Por isso, a diretoria resolveu que chegou a hora de mudanças radicais. Os jogadores experientes ou nomes de peso que não renderam o esperado, estão de partida e a "garotada" ganha espaço. Quase todo o elenco está à venda. E as negociações vão movimentar muito dinheiro no clube catalão.

A imprensa espanhola aponta que Suárez, Arturo Vidal, Ivan Rakitic e Samuel Umititi estão em uma lista de dispensa do clube. Antonie Griezmann e Ousmane Dembélé também devem ficar livres no mercado. Outros jogadores podem aparecer na relação. Quem encabeça esse trabalho é o novo técnico do time, o holandês Ronald Koeman.

"Sei que há jogadores de certa idade em que há dúvidas sobre o desempenho deles. Mas é preciso respeitá-los. Vamos buscar o melhor para o clube. Estamos conversando sobre decisões e nomes, mas não vou informar isso por respeito a eles", disse Koeman. De acordo com o site transfermarkt, especializado em valor de mercado de clubes e jogadores, os jogadores citados valem juntos 355 milhões de euros (algo em torno de R$ 2,3 bilhões). Alguns desses atletas devem ser emprestados ou envolvidos em trocas.

No caso de Messi, o site calcula seu valor de mercado em 112 milhões de euros (R$ 728 milhões) Mas em seu contrato há cláusula de liberação de 700 milhões de euros (cerca de R$ 4,5 bilhões) que, se for considerada, aumentaria o potencial de ganhos do Barcelona com negociações para R$ 6,5 bilhões.

Por outro lado, caso ele saia de graça do clube, os ganhos do Barça com saída de atletas pode cair para cerca de R$ 1,6 bi. 

De qualquer forma, é certo que dinheiro não vai faltar para o time catalão repor suas peças. Algumas novidades vão surgir. O brasileiro Arthur já foi vendido para a Juventus e outros negócios devem sair nos próximos dias.

Os atacantes Griezmann e Suárez também devem ser úteis apenas sobe o ponto de vista financeiro. Griezmann pode ser colocado em alguma troca e o uruguaio deve ser vendido nesta janela. Por outro lado, há caras novas no elenco. Começando pelo técnico Ronald Koeman, que deixou a seleção holandesa para assumir o time catalão onde fez história como zagueiro.

Dentre as novidades em campo, estão o português Francisco Trincão, de 20 anos, e Pedri, de 17, além do brasileiro Philippe Coutinho, que volta de empréstimo do Bayern de Munique. O Barcelona terá ainda o bósnio Pjanic, envolvido na negociação de Arthur com a Juventus.

Valor de mercado dos jogadores que devem deixar o Barcelona

  • Messi – 112 milhões de euros (R$ 728 milhões)
  • Griezmann – 96 milhões de euros (R$ 624 milhões)
  • Dembélé – 56 milhões de euros (R$ 364 milhões)
  • Umititi – 32 milhões de euros (R$ 208 milhões)
  • Suárez – 28 milhões de euros (R$ 182 milhões)
  • Rakitic – 20 milhões de euros (R$  130 milhões)
  • Arturo Vidal – 11 milhões de euros (R$ 71 milhões)

    (dados do transfermarkt)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.