Sean Dempsey/EFE
Sean Dempsey/EFE

Liverpool abre ano com derrota para o West Ham e fica longe do G-4

Comandados de Jurgen Klopp não jogam bem em derrota por 2 a 0

Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2016 | 13h09

O Liverpool começou 2016 com derrota e mais distante do objetivo de se classificar para a próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. Neste sábado, na abertura da 20ª rodada do Campeonato Inglês, o time teve má atuação e acabou sendo derrotado pelo West Ham por 2 a 0, fora de casa.

O resultado manteve o Liverpool com 30 pontos e o levou a cair para o oitavo lugar no Campeonato Ingles, pois foi ultrapassado pelo próprio West Ham, que ascendeu para a quinta posição, com 32, na zona de classificação para a Liga Europa, embora possa ser ultrapassado por outras equipes na sequência da rodada, assim como o próprio Liverpool.

Após deixar boa impressão nos últimos jogos de 2015, o Liverpool teve atuação ruim neste sábado e não conseguiu emplacar a terceira vitória seguida no Campeonato Inglês, o que deve afetar a sua luta por uma vaga na próxima Liga dos Campeões, pois está a cinco pontos da zona de classificação.

Já o West Ham conseguiu impor a sua proposta de jogo, sendo perigoso em contra-ataques, a ponto de só não ter conquistado uma vitória por placar ainda mais dilatado graças ao goleiro Mignolet, que fez ao menos duas grandes defesas. Além disso, foi cirúrgico ao aproveitar as chances que teve no começo de cada etapa.

O Liverpool iniciou duelo com três brasileiros entre os seus titulares - Lucas Leiva, Philippe Coutinho e Roberto Firmino -, mas eles stiveram longe de brilhar. E o West Ham abriu o placar do duelo logo aos dez minutos, após um contra-ataque em que Enner Valencia avançou em velocidade e cruzou para Michail Antonio marcar, de cabeça.

Superior, o West Ham voltou a ameaçar aos 16 minutos, quando Lanzini acertou a trave em finalização da entrada da área. Enquanto isso, o Liverpool só conseguiu ser efetivo no ataque no fim do primeiro tempo, especialmente em um lance aos 46, quando Emre Can acertou chute colocado no travessão, após receber passe de Firmino.

No início do segundo tempo, quando o Liverpool esboçava uma pressão, que incluiu uma boa finalização de Coutinho, o West Ham ampliou o placar, novamente aos dez minutos e de cabeça, dessa vez com Andy Carroll, após cruzamento de Mark Noble.

O Liverpool ainda lutou, teve uma boa chance em cabeceio de Lucas Leiva depois de cobrança de escanteio, mas seguiu dando muitos espaços para os contra-ataques, e esteve longe de evitar a vitória do West Ham, assegurada por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.