Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Liverpool anuncia que Gerrard deixará o clube no fim da temporada

Meia avisa que ainda não pensa em se aposentar do futebol e deve se transferir para algum time de fora da Inglaterra

Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2015 | 09h25

A passagem de Steven Gerrard pelo Liverpool, iniciada ainda na infância do meia, chegará ao fim quando terminar a temporada 2014/2015 do futebol europeu. A saída do capitão, de 34 anos, foi confirmada nesta sexta-feira pelo clube inglês em comunicado no seu site oficial.

Como o contrato de Gerrard com o Liverpool se encerrará no fim da temporada, o veterano já está livre para negociar a sua transferência para outro clube. O meia avisou que ainda não pensa em se aposentar do futebol e deve se transferir para algum time de fora da Inglaterra.

"Eu vou continuar jogando", disse Gerrard. "Embora eu não possa confirmar nesse momento onde será, eu posso dizer que será em algum lugar que não signifique um clube concorrente, e não irá, portanto, jogar contra o Liverpool, o que é algo que eu nunca poderia contemplar", explicou. "A minha decisão é completamente baseada em meu desejo de experimentar algo diferente na minha carreira e vida, e também quero ter certeza de que não tenha arrependimentos quando a minha carreira finalmente acabar", acrescentou.

Assim, a MLS, a principal liga de futebol dos Estados Unidos, parece ser o destino óbvio para Gerrard, que se formou nas divisões de base do Liverpool, se tornou um dos maiores jogadores da história do clube e também foi capitão da seleção da Inglaterra, até decidir não mais defender a equipe após a Copa do Mundo de 2014.

"Esta foi a decisão mais difícil da minha vida, e pela qual eu e minha família temos sofrido por um bom tempo", afirmou Gerrard. "Estou fazendo o anúncio agora para que o técnico e a equipe não se distraiam com histórias ou especulações sobre o meu futuro. O Liverpool Football Club tem sido uma grande parte da vida de todos nós por muito tempo, e dizer adeus vai ser difícil, mas eu sinto que é o melhor para todos os envolvidos, inclusive para a minha família e o clube", acrescentou o meia.

Gerrard, que marcou 180 gols em 695 partidas, ganhou a Liga dos Campeões da Europa, a Copa da Uefa (atual Liga Europa), a Copa da Inglaterra e a Copa da Liga Inglesa, mas a sua passagem pelo Liverpool será encerrada sem um título do Campeonato Inglês. Na última temporada, o clube chegou perto do feito, mas tropeçou nas rodadas finais. Já na atual, ocupa apenas a oitava colocação.

O técnico Brendan Rodgers exaltou Gerrard, que fez a sua estreia pelo Liverpool em 1998. "Ele é imenso e a influência que tem nos jogos nunca deve ser minimizada", afirmou o treinador. "Em alguns momentos, ele carregou este clube em suas costas, e no meu tempo aqui, ele sempre demonstrou a capacidade que o faz ser considerado justamente como um dos melhores do mundo por mais de uma década", disse. "Como líder e como homem, ele provavelmente é incomparável a qualquer um que eu já trabalhei. Ele levou o profissionalismo a um novo nível, e a dedicação que ele tem no trabalho é um exemplo para todos no futebol".

Gerrard disse que estará "totalmente comprometido" com o Liverpool até maio e planeja estender sua associação com o clube. "É meu sincero desejo e esperança que um dia possa voltar a servir ao Liverpool novamente, na função que possa melhor ajudar o clube", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolLiverpoolGerrard

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.