Liverpool aumenta preocupações do Villa com o rebaixamento

Jordan Henderson e Steven Gerrard marcaram no segundo tempo para o Liverpool, que aumentaram o temor do Aston Villa de cair para a segunda divisão do campeonato inglês, após os Reds saírem em desvantagem e assegurar uma vitória fora de casa por 2 x 1 no domingo.

Reuters

31 de março de 2013 | 15h16

O atacante belga Christian Benteke, com seu 14o gol na temporada, colocou o Villa na frente no primeiro tempo, mas o jogo mudou nos primeiros quinze minutos da etapa final.

Herderson empatou aos 2 minutos do segundo tempo e Gerrard, cobrando pênalti, virou o marcador aos 15 para deixar o Villa entre os três últimos.

O Reading fecha a tabela de classificação com 23 pontos em 31 jogos, com Queens Park Rangers, que joga fora contra o Fulham na segunda-feira, com 23 em 30. O Villa tem 30 em 31 jogos, com o Wigan sendo o primeiro acima da zona de rebaixamento.

Apenas quatro pontos separam o Southampton, em 12o lugar, e o Villa, 18o, e o treinador Paul Lambert disse que seu time, o Villa, está jogando bem o suficiente para escapar da queda.

O Villa é um dos sete clubes que sempre estiveram presentes na elite do futebol inglês desde o início da era Premier League em 1992.

"Estamos certamente jogando bem o suficiente para ir lá e vencer os jogos", disse Lambert à Sky Sports.

"Qualquer um que esteve aqui hoje pode dizer o mesmo --nós certamente estamos jogando bem o suficiente. Não parecemos um time que está lá embaixo na tabela. Se nós nos mantivermos neste caminho vamos mais vencer do que perder", acrescentou. "Nós temos de tentar e manter a confiança --confiança é uma grande parte do jogo. E é algo que não falta em nós."

ÓTIMA VITÓRIA

O Villa, que vinha de vitórias consecutivas sobre os concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento Reading e QPR, irá fixar suas esperanças nos gols de Benteke para permanecer.

O corpulento atacante pôs o Villa à frente aos 31 minutos quando uma bola longa foi cabeceada para baixo por Gabriel Agbonlahor e o belga chutou de primeira para vencer o goleiro Pepe Reina.

O Liverpool terminou mais forte o primeiro tempo, com Brad Guzan salvando tentativas de Luis Suarez and Gerrard e os visitantes viraram o jogo depois de intervalo.

Henderson correu para receber o passe de Philippe Coutinho e venceu Guzan para empatar em 1 x 1.

Coutinho então ficou livre, mas chutou para fora e Glen Johnson acertou o poste, mas o Liverpool conseguiu seu segundo gol quando Suarez sofreu falta na área por Nathan Baker e Gerrard converteu o pênalti.

O técnico do Liverpool, Brendan Rodgers, classificou como uma "ótima" vitória para o time, sétimo colocado, que está sete pontos atrás do Chelsea, último classificado no momento para a Liga dos Campeões.

(Por Justin Palmer)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESLIVERPOOLASTONVILLA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.