Liverpool bate Hull City e assume liderança do Inglês

O Liverpool fez sua obrigação para seguir na luta pelo título do Campeonato Inglês neste sábado. Fora de casa, a equipe venceu o ameaçado Hull City por 3 a 1 e assumiu, ao menos provisoriamente, a liderança da competição, com 74 pontos. Assim, ultrapassou o Manchester United, que tem a mesma pontuação, mas com dois jogos a menos, atuando ainda neste sábado, contra o Tottenham. O terceiro colocado Chelsea também venceu para continuar sonhando com o título.

AE, Agencia Estado

25 de abril de 2009 | 13h48

Em Hull, o Liverpool fazia uma partida truncada com o time local, mas conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo. Aos 44 minutos, Xabi Alonso cobrou falta na barreira e, no rebote, ele próprio fez 1 a 0 para os visitantes. No início do segundo tempo, o Hull City teve Folan expulso e ficou com um a menos. Kuyt aproveitou e ampliou, de cabeça, aos 18. Com 27 minutos, o brasileiro Geovanni ainda descontou, mas Kuyt voltou a marcar e deu números finais à partida, deixando o time derrotado a uma posição da zona de rebaixamento.

Diante do West Ham, também fora de casa, o Chelsea contou com um gol de Kalou para vencer por 1 a 0 e não se afastar dos líderes. Agora, o time de Londres soma 71 pontos. Já o Aston Villa, que brigava por uma vaga na Liga dos Campeões até poucas rodadas, segue em queda livre. Neste sábado, a equipe apenas empatou por 1 a 1 com o Bolton e já está a sete pontos do quarto colocado Arsenal, em quinta na tabela.

Ainda buscando uma vaga na Copa da Uefa, o Manchester City contou com a boa atuação do brasileiro Robinho para vencer o Everton por 2 a 1. Na vitória, o atacante marcou o primeiro gol e deu o passe para o segundo, de Ireland. O triunfo deixa o time em nono, somando 44 pontos. O Everton é o sexto, com 53. Logo atrás, em sétimo, está o Fulham, que venceu o Stoke City por 1 a 0. Já o Sunderland foi surpreendido pelo lanterna West Bromwich e perdeu por 3 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.