Arquivo/AE
Arquivo/AE

Liverpool cede empate ao Stoke no fim e agrava crise

Tradicional equipe chega aos 34 pontos e se mantém na discreta na sétima colocação da tabela do campeonato

AE, Agencia Estado

16 de janeiro de 2010 | 13h06

O Liverpool agravou a crise vivida nesta temporada ao ceder o empate ao Stoke City no final do jogo deste sábado, pelo Campeonato Inglês. Jogando fora de casa, o time ficou no 1 a 1, após liderar o placar durante quase toda a partida, e aumentou a pressão sobre o técnico Rafa Benítez.

Com o resultado, o Liverpool chegou aos 34 pontos e se manteve na sétima colocação da tabela. No entanto, poderá cair para oitavo caso o Birmingham vença o Portsmouth ainda neste sábado. O Stoke City soma 25 pontos, na décima posição.

O empate deste sábado acontece três dias depois da eliminação do tradicional time inglês na Copa da Inglaterra. A equipe foi derrotada pelo Reading, da Segunda Divisão, na quarta-feira. O resultado agravou a crise do Liverpool, que também foi eliminado precocemente da Liga dos Campeões.

Pressionado, o treinador pediu desculpas pelas fracas apresentações do time na sexta-feira e pediu reforços à diretoria do clube, que trouxe o volante argentino Maxi Rodríguez. A situação do Liverpool piorou com as lesões do atacante Fernando Torres e do meia Steven Gerrard, dois dos principais jogadores do time. Eles se machucaram na quarta-feira e devem ficar de fora dos próximos jogos.

Diante desse cenário, o Liverpool entrou em campo pressionado neste sábado. No início, o time até tentou acuar o adversário, que logo equilibrou a partida apesar de suas limitações. Ao final do primeiro tempo, os visitantes exibiam apenas um chute a gol, do brasileiro Fábio Aurélio.

Mas, no segundo tempo, a situação mudou com o gol do Liverpool. Aos 11 minutos, Fábio Aurélio bateu falta na área, o goleiro Sorensen não segurou a bola e Kyrgiakos aproveitou o rebote para marcar um gol chorado. Rafa Benítez ainda promoveu a estreia de Maxi Rodríguez na etapa.

O Stoke, porém, não entregou os pontos e partiu para cima do rival, impondo forte pressão nos minutos finais da partida. A insistência foi premiada aos 44. Após cobrança de escanteio, Hurth completou para o gol, embaixo da trave, e selou o empate. Nos acréscimos, o Liverpool quase marcou o segundo gol, em jogada de Fábio Aurélio. Kuyt completou cruzamento e mandou a bola na trave, aos 50 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.