Liverpool chega ao Japão cheio de marra

O Liverpool chegou ao Japão repetindo a empáfia de outros clubes europeus em Mundiais anteriores. Nem bem saíram do aeroporto e já falavam que levarão o título. ?Estamos aqui no Japão por uma única razão: levar o troféu para casa?, disse Rick Parry, diretor executivo do clube inglês. Assim como o dirigente, Gerrard, principal jogador da equipe, afirmou: ?É simples, estamos no Japão apenas pelo título. Mais claro que isso é impossível?. O fato de terem desembarcado no Japão apenas três dias antes da estréia não incomoda os jogadores do Liverpool, que não sofre gols há dez jogos. ?Temos apenas uma pequena preocupação com o cansaço porque disputamos muitas partidas seguidamente?, comenta Gerrard. ?Tudo fica mais fácil quando estamos vencendo. Quanto mais jogos, melhor?. A imprensa costa-riquenha representava, nesta terça-feira, a empolgação da torcida do Deportivo Saprissa, após a vitória por 1 a 0 sobre o Sydney, na segunda. ?Que venha o Liverpool!?, destacava o jornal Al Día. O técnico Hernán Medford pede a seus jogadores que não abaixem a cabeça para o time inglês. ?Temos condições de vencer. Depois desse Mundial, o nome do Saprissa vai ser reconhecido?, aposta o técnico. ?É claro que temos de ir passo-a-passo. Até agora ganhamos apenas uma partida?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.