Liverpool/ Divulgação
Liverpool/ Divulgação

Liverpool deve usar titulares contra Chelsea na Copa da Inglaterra

Após ser derrotado na Liga dos Campeões e perder a invencibilidade na Premier League, Jürgen Klopp vai tentar recuperar a confiança da sua equipe

AFP, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2020 | 07h00

Depois de ser derrotado na Liga dos Campeões e de perder a invencibilidade na Premier League, o Liverpool do técnico Jürgen Klopp, deverá entrar em campo com titulares para tentar recuperar a confiança nesta terça-feira contra o Chelsea pelas oitavas de final da Copa da Inglaterra.

Os 'Reds', que pareciam imbatíveis até poucas semanas atrás, parecem ter perdido fôlego nas últimas semanas, com uma derrota por 1 a 0 para o Atlético de Madrid nas oitavas da Champions, o que obriga os ingleses a vencer em Anfield, se quiserem manter a coroa continental e esquecer a derrota na Premier League, após 26 vitórias e um empate, no sábado contra o Watford (3 a 0).

As vitórias suadas nas últimas rodadas contra Norwich (1 a 0) e West Ham (3 a 2) não esconderam os problemas que o Liverpool mostrou nas últimas semanas, quando Klopp fez rodízios para dar descanso aos jogadores mais utilizados.

"Não será o mesmo time que no segundo jogo contra o Shrewsbury", explicou o técnico alemão em referência ao segundo jogo da fase anterior (4 de fevereiro), que os Reds venceram por 1 a 0 com a equipe subsidiária por ser o primeiro time a desfrutar da pausa de inverno.

"É uma situação diferente. O time titular contra Shrewsbury, na época da temporada, tinha um sentido para nós", acrescentou Klopp, que também tentará diante do Chelsea afastar as dúvidas geradas por seu time após a dolorosa derrota para o Watford.

"Não estou orgulhoso desse jogo, mas sempre avisei que acabaria chegando (a primeira derrota no campeonato). Agora chegou, é assim, e você precisa conviver com isso", explicou.

Diante de um Chelsea que também está em uma descendente, Klopp pode optar por poupar alguns dos astros antes da partida de volta contra o Atlético de Madrid, uma semana depois.

Mohamed Salah, Roberto Firmino e Alex Oxlade-Chamberlain poderão começar no banco, assim como o goleiro brasileiro Alisson Becker, substituído pelo espanhol Adrián.

Para o Chelsea, a FA Cup pode ser a única opção de título nesta temporada, depois da derrota de 3 a 0 em Stamford Bridge para o Bayern, que deixa os londrinos com poucas chances de avançar na Champions, embora a principal 'preocupação' dos Blues seja manter o quarto lugar na Premier League, algo que ficou em perigo depois de somar apenas cinco vitórias nas últimas 16 rodadas.

O Manchester City, que conquistou a Copa da Liga inglesa no domingo, vai jogar na quarta-feira contra o Sheffield Wednesday para tentar se manter na luta por outro título nacional.

Teoricamente o Tottenham e o Manchester United não devem ter problemas para vencer Norwich City e Derby County, mas a irregularidade mostrada nesta temporada não garantem muita tranquilidade.

Na segunda-feira, o Arsenal se tornou o primeiro time classificado para as quartas de final do torneio, depois de vencer o Portsmouth (da 3ª divisão inglesa) por 2 a 0, com gols do zagueiro grego Socratis Papastathopoulos e do jovem atacante Eddie Nketiah.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.