Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Liverpool e Napoli fazem confronto em dia de definições na Liga dos Campeões

Também pelo Grupo C, Paris Saint-Germain precisa derrotar o Estrela Vermelha para avançar

EFE

11 de dezembro de 2018 | 11h00

Considerado o mais difícil desde o sorteio, realizado em agosto, o Grupo C da Liga dos Campeões chega à rodada final nesta terça-feira completamente aberto, com um confronto direto entre Liverpool e Napoli no estádio Anfield Road e com o Paris Saint-Germain obrigado a vencer o Estrela Vermelha em Belgrado para não depender do resultado do jogo na Inglaterra.

Os outros grupos que serão encerrados nesta terça já têm algumas definições, mas ainda há algo em jogo. Tottenham e Inter de Milão brigam para acompanhar o Barcelona como os classificados do Grupo B, enquanto Atlético de Madrid e Borussia Dortmund, já garantidos nas oitavas, disputam a ponta do Grupo A. Já no Grupo D apenas a vaga na Liga Europa ainda não está decidida.

Atual vice-campeão continental, o Liverpool está em situação difícil nesta edição da Liga dos Campeões. Os ingleses aparecem em terceiro lugar em seu grupo, com seis pontos, atrás do Napoli (9) e do PSG (8). O Estrela Vermelha tem quatro e ainda luta por uma vaga na Liga Europa, mas para isso precisa bater o campeão francês e torcer por derrota do time liderado por Salah e Roberto Firmino.

Com isso, a equipe dirigida por Jürgen Klopp precisa vencer para superar o Napoli nos critérios de desempate. Há ainda a possibilidade de um tríplice empate na chave, todos com nove pontos, em caso de vitória do Liverpool e igualdade em Belgrado. Se isso acontecer, os eliminados serão os italianos.

No jogo decisivo, o Liverpool não terá à disposição o zagueiro Gómez nem o meia Oxlade-Chamberlain, machucados. O lateral Robertson e o atacante Mané, desfalques no fim de semana, provavelmente voltarão. Já o time italiano não contará com o zagueiro Chiriches nem o com o meia-atacante Verdi, também contundidos. No papel, a missão do PSG é mais fácil, mas na prática a situação pode não ser bem essa. O Estrela Vermelha é o lanterna do grupo, mas ainda não perdeu em casa - empatou com o Napoli e bateu o Liverpool - e ainda sonha com Liga Europa.

Na busca pela vitória e a consequente classificação, o técnico Tomas Tuchel contará com os principais jogadores do elenco, incluindo os zagueiros brasileiros Marquinhos e Thiago Silva, o lateral-direito Daniel Alves, e o trio de ataque formado por Mbappé, Cavani e Neymar.

No Grupo A, o Atlético de Madrid precisa vencer o Club Brugge na Bélgica para passar de fase na liderança. Os espanhóis têm 12 pontos, dois a mais do que o Borussia Dortmund, que visitará o Monaco. Em caso de empate do time espanhol, os alemães pularão para o topo se triunfarem no principado por serem melhores no confronto direto.

Vice-campeão continental em 2004, o Monaco não têm chance sequer de ir à Liga Europa, porque soma apenas um ponto, quatro a menos que o Brugge. Por sua vez, o Grupo D já tem primeiro colocado, o Porto (13 pontos), e segundo, o Schalke 04 (8), definidos. O Galatasaray (4) depende de uma vitória sobre os portugueses em Istambul para se manter em terceiro lugar e ir à Liga Europa. Caso tropece, precisará "secar" o Lokomotiv Moscou (3), que irá a Gelsenkirchen encarar os alemães.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.