Oli Scarff/AFP
Oli Scarff/AFP

Liverpool empata com Manchester United e retoma liderança do Inglês

Com quatro lesionados no primeiro tempo, times não balançam as redes em Old Trafford

Redação, Estadão Conteúdo

24 de fevereiro de 2019 | 13h14

O sempre aguardado clássico entre Manchester United e Liverpool terminou sem gols e com muitas lesões. Neste domingo, no Old Trafford, os times não saíram do 0 a 0 no duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Inglês, em resultado ruim para o time mandante. Já os visitantes retomaram a liderança da competição. E quatro das seis substituições do jogo precisaram ser realizadas por causa de contusões.

O Liverpool agora ocupa o primeiro lugar do Inglês com 66 pontos, com vantagem para o Manchester City de apenas um. E o Manchester United, com 52 pontos, deixou a zona de classificação à Liga dos Campeões da Europa ao cair para o quinto lugar, ultrapassado pelo Arsenal, que está com 53 e assumiu a quarta colocação após triunfar neste domingo.

O primeiro tempo da partida no Old Trafford ficou marcado pelas diversas lesões. Foram quatro, que forçaram a realização de substituições, sendo três no Manchester United e uma no Liverpool. A do clube visitante, inclusive, traz preocupações para a seleção brasileira, pois foi de Roberto Firmino, que torceu o tornozelo. Na quinta-feira, Tite vai convocar a equipe nacional para amistosos contra Panamá (23 de março) e República Checa (26 de março).

Mas a situação foi ainda pior para o Manchester, que viu Ander Herrera, Jesse Lingaard e Juan Mata se lesionaram nos primeiros 45 minutos, sem permitir que o técnico Ole Gunnar Solskjaer fizesse qualquer outra alteração na sua equipe.

Além de Firmino, o Liverpool iniciou a partida com Alison e Fabinho como titulares, enquanto Andreas Pereira foi um dos substitutos acionados pelo técnico do Manchester. E com a bola rolando, mesmo longe de casa, o Liverpool dominou o começo da partida, perdendo uma chance logo nos primeiros minutos, em um tiro livre indireto no qual Milner acertou a barreira. E, mais ofensivo, também deu trabalho através de jogadas aéreas.

O Manchester United só reagiu no fim do primeiro tempo. E aí viu Alison se sair muito bem em um cabeceio de Lukaku e também em um passe do belga para Lingard, que o goleiro interceptou, mantendo o placar de 0 a 0.

O bom momento do Manchester se manteve no começo da etapa final, com Rashford desperdiçando uma chance clara. Mas aos poucos o Liverpool foi retomando o controle do jogo e criando oportunidades para marcar. Foi, no entanto, insuficiente para evitar o empate. Além disso, ainda levou um susto, pois Matip chegou a marcar um gol contra, anulado pela arbitragem por impedimento.

O Arsenal deixou o Manchester United para trás na classificação do Inglês ao derrotar o Southampton por 2 a 0, no Emirates Stadium. E o time definiu o seu triunfo logo no começo do primeiro tempo, com os gols marcados por Alexandre Lacazette, aos seis, e Henrikh Mkhitaryan, aos 17 minutos do primeiro tempo. A derrota manteve o time visitante na zona de rebaixamento, com 24 pontos, em 18º lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.