Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Liverpool empata com o Arsenal e pode perder a liderança no Inglês

Com igualdade, Liverpool pode ser ultrapassado por Manchester City e Chelsea, que jogam neste domingo

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2018 | 17h26

Arsenal e Liverpool empataram por 1 a 1, neste sábado, no Emirates Stadium, em Londres, pela 11.ª rodada do Campeonato Inglês. Milner abriu o placar, aos 16 minutos da etapa final, para o time visitante, enquanto o centroavante francês Lacazette empatou para os londrinos, aos 37.

Com o resultado, o Liverpool chegou aos 27 pontos, mas poderá ser superado na tabela de classificação por Manchester City e Chelsea, que jogam neste domingo. O primeiro tem 26 e recebe o Southampton, enquanto que o segundo já somou 24 e atua como mandante contra o Crystal Palace.

Com dois gols do brasileiro Richarlison ex-Fluminense e convocado pelo técnico Tite para amistosos da seleção brasileira neste mês -, o Everton derrotou em casa o Brighton por 3 a 1. Coleman fez o terceiro do time de Liverpool, enquanto que Dunk diminuiu para os visitantes. O Everton tem 18 pontos, em nono lugar, enquanto que o Brighton soma 14, em 12.º.

O Newcastle, que briga para fugir das últimas posições, venceu o Watford com um gol de Perez, aos 20 minutos do segundo tempo. O time de Newcastle chegou aos seis pontos, na 17.ª colocação. Com 19, o clube visitante é o oitavo.

Felipe Anderson fez dois gols na vitória do West Ham, por 4 a 2, sobre o Burnley. Arnautovic e o mexicano Javier "Chicharito" Hernández fizeram os outros gols da equipe londrina. Gudmundsson e Wood marcaram para os visitantes. O West Ham chegou aos 11 pontos, em 13.º lugar. O Burnley está na 15.ª colocação, com apenas oito.

DRAMA

A semana traumática do Leicester City terminou com uma vitória por 1 a 0 sobre o Cardiff City, no País de Gales, embora o resultado tenha sido o mesmo importante em um dia em que as homenagens foram para Vichai Srivaddhanaprabha, proprietário do clube que morreu em um acidente de helicóptero no sábado passado.

Vários jogadores do Leicester City viajaram para a Tailândia neste sábado, logo após a partida, para o funeral do dono do time. Um minuto de silêncio foi realizado antes do início de todos os jogos do Campeonato Inglês para lembrar a tragédia de uma semana antes.

"Eu me sinto orgulhoso, tem sido uma semana muito difícil para todos", disse o goleiro do Leicester City, o dinamarquês Kasper Schmeichel. "A maneira como todos estão reagindo no clube é um testamento para o que a família Vichai construiu", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.