Hannah McKay / Reuters
Hannah McKay / Reuters

Possível adversário do Flamengo, Liverpool vai com força máxima para o Mundial

Jürgen Klopp decide mandar o que tem de melhor para Doha e técnico do Sub-23 vai dirigir o time na Copa da Liga Inglesa

Redação, Estadão Conteúdo

26 de novembro de 2019 | 22h56

O Liverpool decidiu ir com força máxima para a disputa do Mundial de Clubes em dezembro, torneio em que pode encontrar o Flamengo na decisão. O técnico Jürgen Klopp resolveu escalar o que tem de melhor no torneio, enquanto o treinador da equipe sub-23, Neil Critchley, vai ficar responsável por dirigir a equipe na partida contra o Aston Villa, pela Copa da Liga Inglesa, um dia antes da estreia da equipe no torneio da Fifa. 

A equipe de Klopp joga no dia 17 de dezembro contra o Aston Villa e no dia seguinte enfrenta o Monterrey-MEX, Al Sadd-CAT ou Hienghène-TUN. A coincidência de datas vai impor ao clube um desafio de logística e também de planejamento. Klopp já definiu que o elenco será dividido em duas partes, com os principais jogadores indo até Doha. "Estou bem com essa situação. Tivemos que tomar uma decisão e está tudo certo. Teremos um duro programa de jogos pela frente, mas não estamos pensando na lista de jogos que temos pela frente. Pensamos apenas no Napoli amanhã (quarta)", disse o treinador.

Antes do Mundial e da Copa da Liga, o Liverpool vai a campo pela Liga dos Campeões nesta quarta-feira, quando irá enfrentar o Napoli, pela fase de grupos do torneio europeu. Klopp garantiu foco total e evitou valorizar as dificuldades que o clube inglês enfrentará no próximo mês, quando estará em quatro competições ao mesmo tempo, incluindo o Mundial, no Catar.

O confronto no Anfield pode garantir a classificação do Liverpool às oitavas de final da Liga dos Campeões. No momento, o time lidera o Grupo E, com nove pontos, um acima dos italianos. "Depois deste jogo, vamos pensar no Brighton. E depois vamos pensar em como vamos encarar o Everton. E, depois, no Bournemouth, então o Salzburg, Watford e aí vamos para o Catar", enumerou Klopp.

O treinador fez questão de elogiar o time italiano, para o qual o Liverpool perdeu por 2 a 0, fora de casa, no início da fase de grupos. "Espero ver um Napoli muito forte por várias razões. Eles têm um grande time. Teremos que estar prontos", declarou Klopp. "Teremos que ter consciência desde o primeiro segundo de jogo de que este é um lugar diferente [do primeiro jogo]. O Napoli tem um time experiente, forte taticamente e com super jogadores."

Em relação ao time, ele garantiu o retorno do volante Naby Keita. "Ele estava doente no fim de semana, mas já está recuperado e treinou normalmente. Já o zagueiro Joel Matip segue em processo de reabilitação por conta de uma lesão no joelho e será baixa certa nesta quarta. Assim, Lovren continuará formando dupla com Van Dijk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.