Liverpool ganha e vai à final da Liga

Depois de 20 anos, quando perdeu a decisão para a Juventus de Platini por 1 a 0, o Liverpool volta a uma final da Copa dos Campeões. A equipe de Rafa Benítez eliminou hoje, em Anfield Road, o campeão inglês Chelsea, do magnata russo Roman Abramovich, com uma vitória suada por 1 a 0, gol do espanhol Luis García, aos 4 minutos de jogo. O adversário do Liverpool na decisão do dia 25, em Istambul, na Turquia, sai da semifinal de amanhã na Holanda entre Milan e PSV, com ESPN. O Milan venceu o jogo de ida por 2 a 0. A volta da equipe da terra dos Beatles ao topo do futebol europeu foi carregada de muito sofrimento e emoção. O lance que decidiu o jogo saiu logo no início, quando numa jogada rápida de Gerrard, o atacante checo Baros recebeu na frente do goleiro Cech, do Chelsea, que impediu o gol. Na seqüência, Luis García tocou de leve para as rede. Ricardo Carvalho e Gallas, do Chelsea, correram para evitar o gol, mas a bola passou alguns centímetros da linha. Apesar das reclamações dos jogadores do Chelsea, o árbitro Lubos Michel, da Eslováquia, validou o gol. Após a vantagem, o Liverpool recuou e passou o jogo inteiro se defendendo dos ataques, muitas vezes desordenados, do Chelsea. Apesar de ameaçar a defesa do time da casa inúmeras vezes com um forte volume de jogo, a equipe do técnico português José Mourinho não foi capaz de furar o bloqueio vermelho montado por Benítez. O goleiro polonês Dudek praticamente não foi testado durante o jogo. Apenas aos 30 do 2.º, em falta cobrada por Lampard, Dudek mostrou que estava atento e mandou para escanteio. Com a proximidade do fim da partida, o Chelsea partiu com tudo para o sufoco e quase tomou um gol na falha do zagueiro Carvalho, que Cisse não aproveitou. Após 5 minutos de descontos, o campeão inglês perdeu talvez a mais clara e perigosa chance do jogo, quando Gudjohnsen chutou raspando a trave, após confusão na área. Mas o dia era mesmo do Liverpool, que tenta agora sua 5.ª Copa dos Campeões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.