Andrew Yates/Reuters
Andrew Yates/Reuters

Liverpool goleia, assume liderança do Inglês e pressiona o City

Salah e Mané marcam duas vezes cada no triunfo por 5 a 0; Keita fez o outro

Redação, Estadão Conteúdo

26 de abril de 2019 | 18h17

O Liverpool goleou o Huddersfield por 5 a 0, nesta sexta-feira, pela 36ª rodada do Campeonato Inglês, e reassumiu a liderança do Campeonato Inglês, ainda que provisoriamente. O time do técnico Jurgen Klopp alcançou os 91 pontos, contra 89 do Manchester City, que no domingo vai visitar o Burnley. As equipes já trocaram de liderança por 29 vezes neste campeonato.

Nas últimas duas rodadas, o City, que tenta o sexto título inglês da sua história, sendo o segundo consecutivo, recebe o Leicester (6 de maio) e encara o Brighton no campo do adversário (dia 12). O Liverpool, que não é campeão há 29 temporadas, vai visitar o Newcastle, dia 4. Depois, fecha o campeonato em casa contra o Wolverhampton.

Com 15 segundos de jogo, em uma saída mal feita do Huddersfield, o Liverpool abriu o placar, após assistência de Salah e finalização correta de Keita. O gol relâmpago deu a tranquilidade que o Liverpool precisava para não se desgastar demais para o confronto das semifinais contra o Barcelona, quarta-feira, pela Liga dos Campeões.

O jogo, então, ficou em ritmo de treino, ainda que com o Liverpool abusando do refinado toque de bola de seu meio-de-campo. Com isso, as oportunidades surgiam naturalmente. Henderson, Salah e Van Dijk, que atuou nos 36 jogos do Liverpool no campeonato, falharam nas finalizações.

Mas aos 22 minutos não teve jeito. Henderson começou a jogada, tocou para Robertson na esquerda, que cruzou de forma espetacular na cabeça de Mané: 2 a 0. Ainda havia tempo para o gol de Salah, que completou cem jogos pelo Liverpool. O egípcio, com extrema categoria, encobriu o goleiro.

No segundo tempo, a equipe do técnico Jurgen Klopp voltou desligada. O Huddersfield, já rebaixado, aproveitou para tentar pelo menos marcar um gol. Teve duas chances, mas demonstrou toda sua incompetência.

O castigo veio aos 20 minutos. Henderson, em mais uma partida de destaque, cruzou da direita e Mané, outra vez de cabeça, marcou 4 a 0. Salah assumiu a artilharia do Inglês, aos 37 minutos, após mais uma assistência de Robertson. Com 69 gols pelo clube, o jogador egípcio marcou 21 vezes nesta edição do Inglês, contra 20 do companheiro Mané.

O Liverpool vem ainda mais embalado para enfrentar o Barcelona e deverá ter em campo o brasileiro Roberto Firmino, poupado nesta sexta-feira por causa de dores musculares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.