Phil Noble/ EFE
Phil Noble/ EFE

Liverpool goleia e pode ser campeão inglês nesta quinta-feira se City não vencer

Time comandado pelo técnico alemão Jurgen Klopp fez a sua parte ao golear em casa o Crystal Palace por 4 a 0, no estádio Anfield Road

Redação, Estadao Conteudo

24 de junho de 2020 | 18h30

O tão esperado momento de o Liverpool poder comemorar o título do Campeonato Inglês, o que não ocorre desde a temporada 1989/1990, está muito perto de acontecer. Nesta quarta-feira, pela 31.ª rodada, o time comandado pelo técnico alemão Jurgen Klopp fez a sua parte ao golear em casa o Crystal Palace por 4 a 0, no estádio Anfield Road, em Liverpool, e pode ser campeão já nesta quinta. Para isso é preciso um tropeço do vice-líder Manchester City.

Com a vitória na primeira partida em sua casa após a paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, o Liverpool chegou aos 86 pontos em 93 possíveis - são 28 triunfos, dois empates e apenas uma derrota. O Manchester City tem 63 e fecha a rodada nesta quinta-feira contra o Chelsea, no estádio Stamford Bridge, em Londres. Um empate neste jogo já será suficiente para o Liverpool comemorar o título com sete rodadas de antecedência.

Caso o Manchester City derrote o Chelsea, em um jogo que o técnico espanhol Pep Guardiola já revelou que poupará os seus titulares por causa de um compromisso no final de semana pela Copa da Inglaterra, a próxima chance de título do Liverpool será justamente no confronto direto no Ettihad Stadium, em Manchester, no próximo dia 2, pela 32.ª rodada.

Em campo, o Liverpool precisou só de alguns minutos para encaixar o seu jogo e dominar todas as ações contra o Crystal Palace. Aos 23 minutos do primeiro tempo, o lateral-direito Trent Alexander-Arnold acertou uma bela cobrança de falta no ângulo esquerdo alto da meta defendida pelo goleiro Wayne Hennessey e abriu o placar. O atacante egípcio Mohamed Salah marcou o segundo, aos 44, depois de ganhar da zaga dentro da área.

Na segunda etapa, o goleiro brasileiro Alisson foi um mero espectador da partida. Da sua meta ele viu os seus companheiros marcarem mais dois gols para consolidar a goleada. Aos 10 minutos, o volante Fabinho recebeu na intermediária e acertou um belo chute no ângulo esquerdo de Hennessey. E, aos 24, o senegalês Sadio Mané fez o seu de dentro da área na saída do goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.