Liverpool goleia Manchester e ameaça liderança do rival

Vitória por 4 a 1 no duelo dos ponteiros deixa equipe apenas quatro pontos atrás do líder do campeonato

AE, Agencia Estado

14 de março de 2009 | 12h22

Para o Liverpool, a única de chance de se manter na briga pelo título do Campeonato Inglês era vencer o Manchester United neste sábado, mesmo jogando no Old Trafford. Mas a equipe visitante conseguiu muito mais que isso: virou para cima dos anfitriões e goleou por 4 a 1, com direto a gol do brasileiro Fábio Aurélio. Graças à vitória, o Liverpool se aproximou do líder Manchester e agora ameaça a liderança do rival.

Veja também:

tabela Campeonato Inglês - Classificação / Resultados / Calendário 

Apesar da goleada, o jogo começou complicado para a equipe do técnico Rafa Benítez. Melhor em campo, o Manchester abriu o placar aos 23 minutos, em cobrança de pênalti. Após o coreano Park Ji-Sung ser derrubado pelo goleiro Reina, Cristiano Ronaldo cobrou bem e fez 1 a 0. A alegria dos anfitriões, porém, durou pouco. Em uma falha do zagueiro Vidic, Torres partiu com a bola dominada e tocou na saída de Van der Sar, ainda aos 28.

O Liverpool começaria a interromper a sequência de 11 vitórias consecutivas do Manchester no Campeonato Inglês ainda no primeiro tempo, em mais um pênalti. Desta vez foi Evra que derrubou Gerrard na área. Aos 44 minutos, o próprio meia foi para a cobrança a bateu no canto de Van der Sar, que foi buscar mas não alcançou.

Para o segundo tempo, o Manchester voltou disposto a empatar e buscar a vitória. Os donos da casa seguiam pressionando quando Vidic fez mais um lance feio para coroar sua péssima atuação. Ao perder o tempo da bola e deixar Gerrard partir em direção ao gol, o zagueiro agarrou o meia e fez a falta, levando o cartão vermelho direto. Na cobrança, aos 31, o lateral-esquerdo Fábio Aurélio fez o terceiro gol do Liverpool em um momento crucial do jogo, esfriando a reação dos anfitriões.

Já nos acréscimos, Dossena faria o gol mais bonito da partida. Ele recebeu lançamento e tocou da entrada da área, encobrindo Van der Sar com classe e fechando a goleada fora de casa. O resultado deixou o Liverpool com 61 pontos, a quatro do líder Manchester, que soma 65. No entanto, o primeiro colocado ainda tem um jogo a menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.