Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Liverpool não libera e Salah está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

Atacante é mais uma das baixas entre os jogadores de futebol que poderiam ir ao torneio

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2021 | 19h58

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, que terão seu início no próximo dia 23, as seleções de futebol masculino terão ausências importantes em suas equipes. Além do Brasil, que teve confirmado alguns atletas que não vão participar, chegou a vez do Egito não poder contar com seu astro, o atacante Mohamed Salah, que foi vetado pelo Liverpool.

O técnico Shawky Gharib anunciou que o Liverpool não autorizou a participação do atacante na Olimpíada de Tóquio e, dessa forma, o Egito vai estar sem seu principal jogador durante a disputa da competição entre seleções no Japão.

Isso está acontecendo em diversas equipes porque os Jogos Olímpicos não se enquadram em uma data Fifa e, por conta disso, as equipes não têm obrigação de liberarem seus atletas.

No caso do Brasil, por exemplo, o técnico André Jardine não terá os atacantes Rodrygo e Vinicius Junior, do Real Madrid, o volante Gerson, do Olympique de Marselha (França), e o também atacante Pedro, do Flamengo.

Porém, Salah não está sozinho nessa e tem a companhia do atacante Mostafa Mohamed, do Galatasaray, da Turquia, que também não foi liberado para representar a seleção egípcia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.