Carl Recine/Reuters
Carl Recine/Reuters

Liverpool perde na despedida de Gerrard no Anfield Road

Meia vai deixar os Reds no fim da temporada rumo aos EUA

Estadão Conteúdo

16 de maio de 2015 | 16h50

Não foi a despedida que Steven Gerrard esperava. Em seu último jogo no Anfield Road, o Liverpool levou uma virada do Crystal Palace, por 3 a 1, neste sábado, em rodada do Campeonato Inglês, e acabou com suas chances de se classificar para a Liga dos Campeões.

Apesar da importância da partida para o futuro do Liverpool na próxima temporada, todas as atenções estavam voltadas para Gerrard, grande ídolo da torcida que está indo jogar no futebol dos Estados Unidos - vai reforçar o Los Angeles Galaxy, na Major League Soccer.

Antes do início do jogo, Gerrard foi ovacionado pelos cerca de 45 mil torcedores presentes no Anfield Road. Acompanhado das três filhas, o meia não escondeu a emoção diante das palmas e dos gritos dos torcedores. Eles fizeram uma festa à parte nas arquibancadas, com faixas e mosaicos em homenagem ao ídolo de 34 anos.

Não por acaso. Gerrard defendeu por quase 17 anos a camisa do Liverpool, seu único time da carreira. Neste período, liderou a equipe na conquista de títulos nacionais e na busca pelos troféus da Copa da Uefa, em 2000-01, e da Liga dos Campeões na temporada 2004-05. Individualmente, levou os principais prêmios nacionais e europeus.

Quando a bola rolou, porém, a festa só durou até os 26 minutos. Foi quando Lallana investiu pela direita, entrou na área e bateu alto para abrir o placar. Ele correu para comemorar com Gerrard.

Depois disso, a torcida só teve motivos para lamentar. Antes do intervalo, o Crystal Palace empatou, com gol de Jason Puncheon. Na segunda etapa, Wilfried Zaha virou para os visitantes, aos 15. E, nos instantes finais do jogo, o árbitro assinalou equivocadamente pênalti de Lucas Leiva - a falta do brasileiro foi fora da área. Na cobrança, o goleiro Mignolet fez a defesa, mas o batedor Glenn Murray aproveitou o rebote e anotou o terceiro gol do Crystal Palace.

Apesar da decepcionante derrota no marcante jogo, a torcida do Liverpool não deixou as arquibancadas do Anfield. Os fãs aguardaram o retorno de Gerrard e dos demais jogadores do time, vestindo a camisa com o nome do ídolo, para uma breve entrevista do meia no gramado. Novamente Gerrard não conteve a emoção ao dirigir algumas palavras às arquibancadas.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCampeonato InglêsLIVERPOOL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.