Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Liverpool sofre, mas bate Newcastle com gol no fim e ainda sonha com título

Reds ultrapassam o Manchester City provisoriamente no Campeonato Inglês

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 17h58

O Liverpool sofreu neste sábado, mas balançou as redes no fim e garantiu a vitória sobre o Newcastle por 3 a 2, mantendo-se na briga pelo título do Campeonato Inglês. Fora de casa, no estádio St. James Park, os comandados do técnico Jürgen Klopp contaram com um gol aos 40 minutos do segundo tempo para assegurar mais um triunfo.

O Liverpool chegou aos 94 pontos, contra 92 do Manchester City, que ainda enfrentará o Leicester City na segunda-feira, em casa, no encerramento desta penúltima rodada do Inglês. Se tivesse tropeçado neste sábado, o Liverpool poderia ver o rival garantir o título ainda nesta rodada. Com o triunfo, adiou a definição para a última rodada da competição.

A nota negativa do jogo para o time de Klopp foi a lesão sofrida por Salah na metade do segundo tempo. O atacante se chocou com o goleiro Martin Dubravka e deixou o gramado de maca e chorando. Tornou-se, portanto, dúvida para o jogo da volta da semifinal da Liga dos Campeões, contra o Barcelona, na terça-feira.

Ainda sonhando com o título inglês, o Liverpool tem chances remotas de avançar à grande final da Liga dos Campeões porque levou 3 a 0 do time espanhol no jogo de ida, na quarta-feira passada. Somente um triunfo por quatro gols de diferença, no Anfield Road, fará o Liverpool alcançar a final europeia pelo segundo ano seguido.

Para este jogo, o Liverpool chegará motivado pelo triunfo sobre o Newcastle, apesar do sufoco sofrido neste sábado. A partida começou com facilidade graças ao gol dos visitantes aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio na área, o zagueiro Van Dijk surgiu livre na área e cabeceou com facilidade para as redes.

Sete minutos depois, o Newcastle buscou o empate. Um levantamento na área culminou em chute de Rondon na pequena área diante do gol praticamente livre. Alexander-Arnold "defendeu" com o cotovelo. O árbitro deu a vantagem para o time do ataque quando a bola sobrava para Atsu só finalizar para as redes com tranquilidade.

Na sequência, o time da casa quase virou ao acertar o travessão aos 25. O alívio para a torcida do Liverpool veio dois minutos depois. Alexander-Arnold cruzou da direita, em sua 11ª assistência na temporada, e Salah, quase sem marcação, escorou para as redes.

No segundo tempo, o Liverpool começou melhor e impôs pressão. Só não marcou o terceiro porque Sturridge desperdiçou grande chance na área. Sem aproveitar suas chances, o visitante viu o Newcastle empatar novamente. Aos 8, Rondon recebeu livre dentro da área e encheu o pé para marcar belo gol, empatando novamente o duelo.

O empate assustou o time visitante, que ainda perdeu o artilheiro da temporada logo na sequência, em razão de problema físico. Com a obrigação de vencer, Klopp passou a trocar homens da defesa por atacantes. E a estratégia deu certo aos 40, quando Xherdan Shaqiri cobrou falta na área e Origi dividiu no alto para desviar para as redes, mantendo as esperanças de título do Liverpool.

CARDIFF CITY É REBAIXADO

Antes do grande duelo do dia, o Cardiff City foi rebaixado na competição ao ser batido por 3 a 2 pelo Crystal Palace, diante de sua torcida. Wilfried Zaha, Michy Batshuayi e Andros Townsend anotaram os gols dos visitantes, que chegaram aos 46 pontos, na 12ª colocação.

Já o Cardiff City estacionou nos 31 pontos e não tem mais como escapar do rebaixamento, decretado neste sábado. O time é o 18º e antepenúltimo colocado da tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.