Liverpool vence Chelsea fora de casa com golaços de Coutinho

Liverpool vence Chelsea fora de casa com golaços de Coutinho

Derrota complica ainda mais situação de José Mourinho

Estadão Conteúdo

31 de outubro de 2015 | 13h08

Uma das coisas difíceis de se explicar no futebol é por que o Chelsea caiu tanto de rendimento nesta temporada. Outra é por que Philippe Coutinho não está na seleção brasileira. O camisa 10 do Liverpool fez dois golaços e decidiu, neste sábado, o clássico contra o Chelsea. Ramires abriu o placar, mas Coutinho virou a partida em pleno Stamford Bridge. Benteke, já no final, fechou a vitória em 3 a 1.

O combate, aliás, contou com a participação de sete jogadores brasileiros - ou oito, se Diego Costa, que defende a Espanha, também entrar na conta. Os três do Liverpool (Lucas Leiva, Philippe Coutinho e Roberto Firmino) não estão na seleção, mas foram muito melhor do que Willian e Oscar, os dois meio-campistas do Chelsea que são figurinhas carimbadas na lista de Dunga.

Ramires, outro que não é lembrado pelo técnico da seleção, foi quem abriu o placar no clássico, logo aos 4 minutos, em lance de oportunismo. O jogo já se encaminhava para o intervalo quando Philippe Coutinho deixou o próprio Ramires na saudade e, de esquerda, de fora da área, colocou no ângulo do goleiro Begovic.

Coutinho estava tão inspirado que o outro gol, aos 24 do segundo tempo, também foi no ângulo, sem chances para o goleiro. Só que dessa vez o brasileiro, acompanhado por dois marcadores, bateu com a direita.

Naquele momento, Mourinho já havia colocado em campo Fàbregas e Radamel Falcao Garcia, numa demonstração da força do seu elenco, que pouco produz. Mas foi o jovem Kenedy, da seleção olímpica brasileira, a primeira opção do treinador, para o lugar de Hazard. O Chelsea se lançou ao ataque e ainda levou o terceiro, com Benteke, aos 38.

A torcida do Liverpool, em êxtase, cantou se despedindo de Mourinho, dizendo que ele será demitido. O Chelsea comandado por ele tem só 11 pontos, no 15.º lugar. Já o Liverpool venceu a primeira pelo Campeonato Inglês sob o comando de Jüergen Klopp e chegou aos 17 pontos, no sétimo lugar. Manchester United e Arsenal lideram com 22 pontos e ainda jogam por esta 11.ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.