Jon Super / Reuters
Jon Super / Reuters

Liverpool vence fácil Leicester e se iguala ao líder Tottenham no Inglês

Atacante brasileiro Roberto Firmino marcou um dos gols da vitória do atual campeão inglês

Redação, Estadão Conteúdo

22 de novembro de 2020 | 19h02

O Liverpool deu uma demonstração de força neste domingo. Em um confronto direto pelas primeiras posições, superou os vários desfalques, incluindo o artilheiro Mohamed Salah, e o capitão Jordan Henderson para derrotar o Leicester por 3 a 0, no Anfield Road, em duelo válido pela nona rodada do Campeonato Inglês. O atacante brasileiro Roberto Firmino marcou um dos gols do fácil triunfo. Diogo Jota e Evans (contra) fizeram os outros.

O triunfo deste domingo deixa o Liverpool com os mesmos 20 pontos do líder Tottenham, mas na segunda posição por causa dos critérios de desempate. Já o Leicester, que havia iniciado a rodada na liderança, é o quarto, com 18, igualado ao terceiro Chelsea. Além disso, viu cair a série de quatro vitórias e os 100% de aproveitamento como visitante na competição.

Tendo os brasileiros Alisson, Fabinho e Firmino como titulares, o Liverpool dominou o primeiro tempo, a ponto de o seu goleiro só ter feito uma defesa. Abriu o placar aos 20, quando Evans se atrapalhou ao tentar fazer um corte, cabeceando para a própria meta.

Depois, aos 40 minutos, Robertson foi lançado na esquerda, passou pelo seu marcador e cruzou para Diogo Jota cabecear às redes. O português, assim, se tornou o primeiro jogador a marcar em suas primeiras quatro partidas pelo clube no campeonato no Anfield Road.

O domínio do Liverpool se repetiu na etapa final, assim como o gol aos 40 minutos e de cabeça. Dessa vez, quem marcou foi Firmino, mandando no canto direito da meta do Leicester após cobrança de escanteio. De alguma forma, premiou a sua insistência, pois ele esteve duas vezes perto de marcar no segundo tempo, antes de fechar o placar em 3 a 0.

"Sabíamos que não seria um jogo tranquilo, porque o Leicester faz boa campanha neste início de Premier League e era líder até essa rodada. Por isso, temos que valorizar ainda mais esse resultado. Fico feliz de ter deixado minha marca, mas o mais importante é sempre poder ajudar o Liverpool a sair de campo com a vitória", disse Firmino.

Sem os lesionados Virgil van Dijk e Joe Gomez, o time também não correu riscos defensivos, com a zaga composta pelos meio-campistas James Milner e Fabinho neutralizando o artilheiro Jamie Vardy. E chegou aos 64 jogos invicto no Inglês como mandante, um recorde na história da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.