Scott Heppell/Reuters
Scott Heppell/Reuters

Liverpool vence Newcastle e assume vice-liderança provisória do Campeonato Inglês

Time de Jürgen Klopp não foi incomodado, teve mais posse de bola, finalizou mais e foi efetivo nas vezes em que atacou

Estadão Conteúdo

03 Março 2018 | 16h50

O futebol ofensivo do Liverpool fez mais uma vítima no Campeonato Inglês. Neste sábado, sem precisar de muito esforço, o ataque mais uma vez foi decisivo e o time do técnico Jürgen Klopp derrotou o Newcastle por 2 a 0, em casa, no estádio Anfield Road, pela 29.ª rodada da competição.

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Inglês

+ Son marca duas vezes e Tottenham derrota o Huddersfield no Inglês

+ Burnley vira no segundo tempo e derrota o Everton no Campeonato Inglês

O trio ofensivo formado por Firmino, Mané e Salah, como vem acontecendo, comandou a vitória em Liverpool. Firmino não marcou mas participou do gol de Mané, que selou a triunfou e foi o de número 200 do time inglês sob o comando de Klopp.

O primeiro foi marcado pelo egípcio Salah, que chegou à marca de 32 gols na temporada e quebrou o recorde de bolas na rede de Suárez em uma única temporada pelo Liverpool. Além disso, empatou com Harry Kane, do Tottenham, na artilharia do Inglês, com 24 tentos.

Com a sequência de vitórias - são cinco consecutivas - o Liverpool foi aos 60 pontos e assumiu a vice-liderança provisória da competição, já que o Manchester United, que tem 59 pontos, ainda joga na rodada e retoma a posição se vencer o Crystal Palace na próxima segunda-feira. Estacionado nos 29 pontos, o Newcastle caiu para a 16ª posição e está apenas a dois pontos da zona de rebaixamento.

Empolgado pelos bons resultados recentes vindos com atuações convincentes, o Liverpool não precisou fazer muita força para comandar as ações praticamente durante toda a partida. Não foi incomodado, teve mais posse de bola, finalizou mais e foi efetivo nas vezes em que atacou. No primeiro tempo, abriu o placar com Salah, que recebeu de Chamberlain e chutou na saída do goleiro Dubravka.

Na etapa final o panorama não mudou e o jogo foi resolvido nos primeiros minutos, com mais um gol. Desta vez Firmino deu belo passe para Mané invadir a área e chutar no alto para bater o goleiro e ampliar a vantagem. O gol não fez com que o Newcastle, que teve o brasileiro Kenedy no ataque, perdesse a timidez e os donos da casa, sem serem ameaçados, conseguiram administrar a vantagem com tranquilidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.