Sebastião Moreira / Reuters
Sebastião Moreira / Reuters

Livre da covid-19, Luxemburgo tem alta: 'Vara de marmelo, enverga, mas não quebra'

Treinador, de 68 anos, ficou oito dias internado no Hospital Sírio Libanês, após testar positivo para o coronavírus pela segunda vez

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2020 | 14h18

Oito dias após ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, diagnosticado com covid-19, o técnico Vanderlei Luxemburgo, de 68 anos, recebeu alta, nesta terça-feira. O treinador, que está sem clube depois de ser demitido do Palmeiras em outubro, gravou um vídeo nas redes sociais e agradeceu o tratamento recebido e o carinho de amigos e fãs.

"Estou indo para casa. Recebi alta, graças a Deus. Passei por essa, vencemos o vírus. Vara de marmelo. Enverga, mas não quebra", disse Luxemburgo, ainda bastante rouco e com certa dificuldade para falar. "Obrigado pelo carinho, afeto e pela orações por mim".

O treinador foi internado no dia 14, após testar positivo pela segunda vez para o novo coronavírus. Em julho, quando ainda comandava o Palmeiras, ele teve a doença na forma assintomática e se recuperou em casa. Desta vez, ele se queixou de mal estar, teve febre, revelou que sentiu dificuldade para respirar em alguns momentos e precisou receber atendimento médico. Na última sexta-feira, o técnico já havia dito que estava melhor e que deixaria o hospital logo.

Luxemburgo está sem clube desde que foi demitido do Palmeiras em outubro. O clube trouxe para a vaga dele o português Abel Ferreira, que também teve a covid-19 e se recuperou recentemente. Fora do futebol, o experiente treinador alterna a rotina entre São Paulo e Rio de Janeiro, além de cuidar de investimentos. Um dos empreendimentos que tem é uma emissora de TV no Tocantins.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.