Bruno Cantini/Atlético Mineiro
Bruno Cantini/Atlético Mineiro

Livre da covid, Cazares treina no Atlético-MG após prestar depoimento na polícia

Equatoriano é investigado por crime contra a saúde pública após organizar uma festa durante o período de pandemia

Redação, Estadao Conteudo

07 de julho de 2020 | 17h22

Após mais de um mês afastado dos treinos por ter adquirido a covid-19, o atacante Cazares se apresentou no Centro de Treinamento do Atlético-MG, nesta terça-feira, onde se submeteu a testes físicos e uma atividade separada do restante do elenco.

O equatoriano, que testou positivo para o coronavírus em maio, ficou assintomático, mas depois passou a sofrer com os sintomas da doença, deverá se juntar aos demais companheiros nos próximos dias para receber orientações do técnico argentino Jorge Sampaoli.

Na noite de segunda-feira, o jogador se apresentou à Polícia Civil para prestar depoimento, pois é investigado por crime contra a saúde pública. O jogador organizou festas durante o período de pandemia no condomínio onde mora na Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte, que foram denunciadas por vizinhos nos dias 24 e 25 de maio.

Cazares teve de pagar uma multa de R$ 130 mil, valor máximo previsto na legislação, aplicada por que o equatoriano já havia sido denunciado outras vezes.

O elenco atleticano treinou normalmente nesta quarta-feira como preparação para o retorno do campeonato estadual em 26 de julho. O lateral-esquerdo Guilherme Arana afirmou que o grupo está se adaptando bem ao estilo de Sampaoli. "Estamos tentando aperfeiçoar a forma que ele quer o mais rápido possível. Já estamos entendendo a filosofia, já tem um tempo que estamos trabalhando e estamos entendendo o que é preciso fazer dentro de campo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.