Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Livre de queda, São Paulo enfim começará a pensar 2018, garante Dorival

Time do Morumbi está matematicamente garantido na Série A do Campeonato Brasileiro em 2018

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

20 Novembro 2017 | 11h00

A garantia de permanência do São Paulo na Série A do Campeonato Brasileiro em 2018, graças à combinação de resultados da 36ª rodada do torneio, fará o clube começar a se preparar de fato para a próxima temporada. Antes, o discurso era de total foco na luta contra o risco de queda - mesmo quando ele já era mínimo.

Elenco do São Paulo evita comemorar permanência na Série A: 'Era nossa obrigação'

"A partir desta segunda, vamos começar a conversar com a diretoria sobre reforços. Temos confiança de que os dirigentes são competentes para fazer uma análise de tudo que aconteceu para corrigirmos e conseguirmos uma melhora no que foi apresentado para, assim, buscarmos um ano diferente em 2018."

O treinador pediu atenção aos "sinais negativos" demonstrados pelo clube durante o sufoco desta temporada. "Buscaremos um ano diferente em 2018. Esses sinais negativos precisam ser avaliados e trabalhos para que o São Paulo possa caminhar de outra forma. O São Paulo tem que voltar a protagonizar os campeonatos na parte de cima."

Até agora, neste fim de ano, apenas Morato teve sua situação já acertada oficialmente. O atacante, que se recupera de uma cirurgia, teve seu vínculo com o clube aumentado de dezembro deste ano para dezembro de 2018. Titulares como Edimar e Jucilei, que têm contrato também até dezembro, ainda não têm garantia oficial de sua situação no São Paulo depois disso.

Quanto a possíveis contratações, o São Paulo ainda não confirmou propostas em andamento. Dorival pediu reforços "tipo Hernanes" e já falo que quer aproveitar atletas da base tricolor. Nomes como o do ídolo Kaká (que estava no Orlando City), do atacante William Pottker (Internacional) e do goleiro Jean (Bahia), já circularam pelo Morumbi.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.