Loco Abreu cobra vitória sobre o rebaixado Prudente

Confiante na conquista da vaga na Libertadores, o atacante Loco Abreu cobrou uma vitória sobre o Prudente, domingo, no Engenhão, para manter as chances do Botafogo na disputa. Para obter a classificação, o time carioca conta ainda com tropeços de Grêmio e Atlético Paranaense nas duas rodadas restantes do Brasileirão. A equipe gaúcha será o rival no último jogo.

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2010 | 20h35

"O time está contente por estar brigando por um dos objetivos faltando duas rodadas. A possibilidade continua com muita força. Sabemos que não dependemos de nós, mas Grêmio e Atlético-PR também tem jogos difíceis, então podemos sonhar. Primeiro, temos que fazer o nosso trabalho, vencer o Prudente, depois pensar no último jogo", declarou Loco Abreu.

Para o atacante, a obrigação da vitória não se deve apenas à fragilidade do adversário, já rebaixado para a Série B. "A responsabilidade continua sendo a mesma, não por enfrentar um time rebaixado, mas por o Botafogo brigar para voltar à Libertadores 15 anos depois", disse.

"A preocupação é com nós mesmos, não em pensar em um time rebaixado. Há objetivos pessoais, como renovar contrato ou buscar outros clubes. E ainda há a possibilidade de jogar com mais tranquilidade, sem pressão, como fez o Internacional. Não podemos dar mole", destacou.

Loco Abreu também comentou nesta sexta a indicação para o Prêmio Craque do Brasileirão 2010. "Não jogo para ficar em time ideal ou premiação, mas agradeço muito os que me colocaram com essa possibilidade e, principalmente, o time por me ajudar, pois não jogo sozinho. Certamente vou pegar o segundo lugar, porque não dá para brigar com o Neymar", afirmou, em tom de brincadeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.