Loco Abreu diz que erro o faz se conhecer melhor

Loco Abreu não tem papas na língua. Nesta sexta-feira, o jogador não fugiu da responsabilidade por ter perdido sua cobrança na decisão de pênaltis contra o Fluminense, na quinta-feira à noite, na semifinal da Taça Guanabara. O uruguaio concedeu entrevista coletiva nesta tarde e falou sobre o erro.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2012 | 20h57

"Sou uma pessoa muito diferente na forma de viver a vida e o futebol. Para mim, tudo que acontece é positivo, se, de todas as situações, você tirar o melhor para corrigir ou continuar. No caso de ontem (quinta) foi uma situação nova. Nunca tinha errado um pênalti numa situação tão decisiva assim, mas trato de assumir a situação para melhorar e também me conhecer melhor nesse tipo de ocasião", explicou Loco Abreu.

Mesmo tendo errado o pênalti que decidiu o jogo, o capitão alvinegro não abaixou a cabeça e pediu a palavra no vestiário para motivar os companheiros. "Pedi a palavra para pedir que o time continue esse trabalho que viemos fazendo, continuar nessa pegada. E acreditar muito no nosso futebol. Não é hora de ficar chateado porque ficou de fora da final, mas de acreditar no que estamos fazendo", revelou Loco Abreu.

O uruguaio lembrou da importância de se avaliar o futebol que o Botafogo apresentou até a decisão por pênaltis. "Uma coisa é ficar fora nos pênaltis, outra é fazer uma análise da competição e dos 90 minutos que fizemos nesta quinta-feira que foram muito bons", disse ele. O Botafogo, mesmo eliminado da Taça Guanabara, segue invicto na temporada, com quatro vitórias e quatro empates.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.