Site oficial do Audax Italiano
Site oficial do Audax Italiano

Loco Abreu reforça o Audax Italiano e vai enfrentar o Botafogo na Sul-Americana

Aos 41 anos, uruguaio chega ao 26.º clube da carreira após passagem pelo Bangu no início do ano

Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2017 | 20h58

O Audax Italiano, do Chile, anunciou nesta terça-feira a contratação do atacante uruguaio Sebastián "Loco" Abreu. Assim, o experiente jogador de 41 anos vai enfrentar o seu ex-clube Botafogo na primeira fase da Copa Sul-Americana.

+ Loco Abreu irá jogar em time da segunda divisão uruguaia

Este será o 26.º time da carreira de Loco Abreu, o que o tornará como o atleta que mais clubes defendeu na história do futebol mundial. Ele estava anteriormente empatado com o alemão Lutz Pfannenstiel, que jogou por 25 equipes.

"Sebastián Abreu se transformou no novo reforço de nossa instituição", publicou o clube chileno em seu site oficial. "O atacante uruguaio, assim, estará no 'Record Guinness' como jogador que mais clubes defendeu na história do futebol".

Em suas redes sociais, Loco Abreu também festejou o acerto válido por uma temporada. "Informo que o Audax Italiano será o meu próximo clube para a temporada 2018. Teremos pela frente o Campeonato Chileno, a Copa do Chile e a Sul-Americana, sendo minha 17.ª participação com equipes em torneios da Conmebol. Em 9 de janeiro começa a pré-temporada, com muitos sonhos".

 


Titular da seleção uruguaia durante muitos anos, o atacante teve passagens por clubes como San Lorenzo, La Coruña, River Plate e Botafogo, onde ficou entre 2010 e 2012. No início deste ano ele voltou ao futebol brasileiro para atuar pelo Bangu. Em seguida, jogou no Central Español e estava agora no Deportes Puerto Montt, clube onde se sagrou artilheiro da segunda divisão do Campeonato Chileno.

As partidas entre Audax Italiano e Botafogo pela primeira fase da Copa Sul-Americana serão disputadas em 12 de abril, no Chile, e em 9 de maio, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.