Divulgação
Divulgação

Lodeiro chega ao Boca e diz que Corinthians queria segurá-lo

Uruguaio é apresentado como reforço do time argentino e recebe a camisa 10 que um dia pertenceu a Maradona

Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2015 | 17h17

O uruguaio Lodeiro foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira como reforço do Boca Juniors. Ele chega após uma negociação que chegou a ter contornos de novela com o Corinthians, que não parecia disposto a liberá-lo tão facilmente. O próprio uruguaio confirmou isto em sua chegada ao time argentino, ao garantir que os dirigentes corintianos queriam segurá-lo até o fim do ano.

"Foi tudo muito complicado porque o Corinthians queria que eu jogasse lá este ano, mas quando aparece o Boca é impossível lhe dizer não, a um clube tão grande. Quero agradecer às pessoas do Corinthians e à sua comissão técnica, porque queriam que eu seguisse ali", declarou.

O Boca Juniors procurou Lodeiro para tentar sua contratação no início do ano e o empresário do jogador chegou a revelar seu desejo de ir para a Argentina, mas inicialmente o Corinthians negou. Somente após o aumento da oferta e os pedidos do uruguaio, a diretoria brasileira o liberou.

Em seu novo clube, Lodeiro vestirá a camisa 10, que um dia pertenceu a Maradona. "Para mim é uma honra vestir esta camisa e encarar este desafio. Eu falei com o Vasco (apelido do técnico Rodolfo Arruabarrena), pedi a camisa 10 e estou realizando um sonho de estar aqui. Estou contente, a (camisa) 14 me acompanhou e significa muito para mim, mas a 10 do Boca é um desafio muito grande."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBoca JuniorsCorinthiansLodeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.