Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Lomba lança candidatura à presidência do Flamengo e garante Barbieri

Vice-presidente de futebol aproveitou para confirmar que o treinador continua no cargo

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 17h06

Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol do Flamengo, lançou oficialmente nesta terça-feira à tarde, em um hotel no bairro de Ipanema, no Rio, a sua candidatura à presidência do clube e também confirmou a permanência do pressionado técnico Maurício Barbieri à frente do time rubro-negro.

Eduardo Bandeira de Mello, atual presidente, não marcou presença no evento, pois estava em campanha para deputado federal, em Campos dos Goytacazes, município do interior do Rio. O dirigente gravou um vídeo no qual declarou total apoio a Lomba e pediu votos para seu sucessor.

Humberto Mota (candidato à Assembleia Geral) e Daniel Orlean (atual vice-presidente de marketing) também gravaram vídeos de apoio ao candidato Lomba, que ao lançar a sua candidatura aproveitou para apresentar algumas de suas ideias. E, ao mesmo tempo em que garantiu que Barbieri segue dirigindo a equipe, o comandante admitiu que é preciso ter resultados para permanecer no comando por um período maior.

"Muito do futebol depende de resultado. Costumo dizer que nenhum funcionário do Flamengo tem cargo vitalício. Pregamos profissionalismo e isso sugere entrega de resultado. Enquanto (os funcionários) derem resultado, permanecem com a gente. Quando entendermos que não estão atendendo às expectativas, poderão ser trocados", avisou.

Como vice-presidente, Lomba seguiu com o mesmo raciocínio na hora de falar da permanência de Barbieri no comando técnico do time de futebol. "É o nosso treinador. A gente confia e acredita nele. Esperamos que consiga reverter o momento, que não é o adequado e nem o ideal. A segurança que ele tem é a mesma de qualquer um do departamento de futebol", reforçou o dirigente.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoRicardo Lomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.