Londrina e Botafogo empatam no Paraná

O Botafogo manteve a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, ao empatar com o Londrina, por 2 a 2, no Estádio do Café, neste sábado à noite. O time carioca, agora, soma 28 pontos. O Londrina chega aos 20 pontos, em nono lugar. A nona vitória do líder escapou no final do jogo, quando Anderson Lobão cobrou pênalti bastante reclamado pelos botafoguenses. O lance foi bastante confuso. Os cariocas reclamaram que Anderson Lobão levou a bola com a mão antes de sair o pênalti, que dava a impressão ter sido com um toque de mão na bola de Rodrigo Fernandes. Mas o próprio atacante do Londrina confirmou que ele foi agarrado pela camisa. ?O pênalti saiu de verdade", retrucou. O gol salvador também livrou o time do norte do Paraná de perder uma longa invencibilidade em casa em campeonatos brasileiros. Desde setembro de 2001 que a equipe não perde em casa. Toda a expectativa de um jogo equilibrado caiu por terra logo no começo quando o Botafogo saiu na frente. Camacho cobrou falta com perfeição, sem chances de defesa para o goleiro Marcelo, aos quatro minutos. O duelo no meio-de-campo foi equilibrado, com Dário e Rocha se encarregando da marcação pelo time da casa. Do lado do time carioca, o experiente Fernando assumiu uma postura de liderança orientando o posicionamento tanto do meio-de-campo como da defesa. Mas o time da casa não se assustou com o gol precoce, reagindo com naturalidade, impondo seu jogo e criando boas chances. A maioria começando pelo lado direito do ataque com Fumaça, ex-revelação do Santos. A principal oportunidade saiu aos 32 minutos, quando o atacante Marcelo Silva acertou a trave do goleiro Max. Para fazer justiça ao jogo, o Londrina empatou aos 37 minutos. Valdeir lançou Fumaça pelo lado direito e logo após receber o passe de Fumaça levantou na área para a entrada rápida de Marcelo Silva, que cabeceou forte para empatar. No intervalo, o técnico Roberto Fernandes alertou seus jogadores para que tocassem a bola com mais velocidade. O time, porém, não voltou com a mesma disposição no segundo tempo, levando outro gol muito rápido. Fernando iniciou a jogada no meio-de-campo, passou por dois e chutou forte da entrada da grande área. A bola acabou no ângulo direito de Marcelo, que nada pôde fazer para impedir o desempate aos dois minutos. Desta vez, o Londrina sentiu o golpe. Começou a errar passes, facilitando o forte bloqueio defensivo do time carioca, que parecia intransponível. O Botafogo ainda ficou com espaço para explorar os contra-ataques. Para reverter a situação, Fernandes ainda arriscou ao tirar o lateral Fabinho para a entrada do atacante Anderson Lobão. O rendimento físico dos paranaenses também diminuiu sensivelmente. O Botafogo tocou a bola, segurando a vitória. Mas no final, aconteceu o pênalti e o empate. Na próxima rodada, o líder Botafogo vai receber, em Caio Martins, a Anapolina, sábado. O Londrina só jogará dia 9, de novo em casa, diante do Mogi Mirim.

Agencia Estado,

26 de julho de 2003 | 23h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.