Lopes: Corinthians não ganhou nada

O Corinthians se esforça para não falar em título antes da hora. Nem a confortável vantagem sobre seus rivais, nem os primeiros gritos de campeão que a torcida soltou ao fim do clássico diante do São Paulo, ontem. Nada disso é capaz de contagiar o elenco alvinegro. E o técnico Antônio Lopes está de olho para que nenhum de seus atletas caia nessa euforia antes da hora. Embora pareça impossível, existe receio de que as coisas ainda possam dar erradas. ?Não temos que ficar pensando em vantagem e os exemplos estão aí dentro do futebol para ensinar?, alerta o treinador, que repete sistematicamente em suas entrevistas que o campeão só será conhecido na penúltima ou última rodada. Lopes se apega sempre ao exemplo do que aconteceu no Brasileiro de 2004, quando o Santos foi campeão em cima da hora. ?O Atlético Paranaense tinha seis pontos de vantagem sobre o Santos e não conquistou o título. Por isso, precisamos ficar atentos para que não aconteça o mesmo conosco.? Os números, porém, mostram que o título é só questão de tempo. Com o empate (1 a 1) diante do São Paulo, o Corinthians completou uma série de 16 jogos sem perder. Com as anulações de jogos pelo STJD, sua última derrota aconteceu dia 24 de agosto: 1 a 0 para o Juventude, em Caxias do Sul. Mas o discurso continua o mesmo. ?Nada está decidido e eu estou mostrando a realidade do futebol ao meu elenco. O jogador tem o conceito correto, mas é sempre bom massificar um trabalho psicológico em cima deles para deixar claro que nada está decidido na competição?, diz Lopes. Se não bastasse, o treinador também mantém a sua invencibilidade. Desde que chegou, em nove jogos (sete pelo Brasileiro e dois pela Copa Sul-Americana) foram seis vitórias e três empates. Quinta-feira, faz seu 10º jogo no comando do Corinthians contra o Paysandu, em Belém.

Agencia Estado,

25 de outubro de 2005 | 18h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.