Lopes tem econtro com a Fiel

O Corinthians entra em campo nestedomingo, às 16 horas, no Pacaembu, com suas atenções redobradas.O time não pode perder pontos para o Brasiliense, um dos últimoscolocados no Campeonato Brasileiro ? tem 29 pontos. Mas como temderrapado em casa, atua sobre pressão e mais concentrado do quenunca. Trinta e dois mil corintianos estarão no estádioacompanhando de perto a primeira partida do técnico AntônioLopes em São Paulo, já que sua estréia aconteceu em Buenos Aires no empate por 1 a 1 com o River Plate que classificou a equipepara a próxima fase da Copa Sul-Americana. O Corinthians será umtime de pegada e de muito toque de bola. Pelo menos foi dessamaneira que Lopes preparou a equipe na sexta-feira, quandoexigiu movimentação constante dos homens de meio e de frente erefinado toque de bola até as chances de conclusão, que nãoforam muitas. Lopes pretende formar um Corinthians para cadaadversário. É assim que ele pensa o futebol. Para enfrentar oBrasiliense, a equipe será mais ofensiva em relação ao elencoque empatou com o River, montado com três volantes. Agora sóterá Marcelo Mattos e Fabrício. "Prefiro os volantes que sabeme gostam de sair para o jogo", disse o novo comandante doParque. Wescley também ganha chance. Ele fará dupla de zaga comMarinho. "Já trabalhei com o Lopes no Vasco e sei que ele nãotolera falta de disposição e vontade de vencer. Por isso, fareide tudo para permanecer no time", disse o beque, que tem notreinador um dos responsáveis por sua formação. Wescley contou que foi Lopes que o ´puxou´ para oprofissional do Vasco. "Na minha estréia, ele disse que euseria responsável em marcar o Dimba, e que se ele fizesse um gol seria minha culpa. Aquilo mexeu comigo. Empatamos a partida e oDimba não fez nada." Marcelinho Carioca poderá ter marcação parecida no duelodo Pacaembu. Ídolo do torcedor corintiano e talvez um dosmelhores jogadores que o clube já teve, o Pé de Anjo estará dooutro lado neste domingo. "O Marcelinho é um jogador fabuloso,sobretudo nas bolas paradas. Mas ele não terá marcaçãoindividual", garantiu Lopes. O Corinthians ainda terá a voltade dois jogadores: Rosinei e Nilmar. Dessa forma, Roger nãoficará sozinho na função de armar a equipe. O lateral GustavoNery, com dores musculares, segue em observação. Ele não treinousexta-feira. Se não puder atuar, Edson, improvisado, joga em seulugar. O meia Roger acha que Lopes precisará de mais tempo paradar sua cara ao Corinthians, mas admite que ele começou bem, coma classificação na Sul-Americana. O Timão tem 50 pontos e podeassumir a ponta nesta rodada.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2005 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.