Sergio Perez / Reuters
Sergio Perez / Reuters

Lopetegui deixa Villa fora de convocação da Espanha para jogos das Eliminatórias

Callejón, Moreno e Illaramendi retornam para enfrentar Albânia e Israel

Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2017 | 11h50

O veterano atacante David Villa ficou fora da lista de jogadores convocados nesta sexta-feira pelo técnico Julen Lopetegui para defender a Espanha nas duas rodadas finais das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018. O veterano atacante de 35 anos, que havia sido chamado para atuar pela equipe nacional no mês passado após três anos sem vestir a camisa do país, desta vez acabou sendo descartado das partidas contra a Albânia, na próxima sexta, em casa, e contra Israel, no dia 9 de outubro, como visitante.

Villa foi convocado anteriormente por causa do bom momento que vinha tendo pelo New York City na Major League Soccer, mas sofreu uma lesão muscular durante um treinamento e acabou atuando apenas nos minutos finais do confronto no qual a seleção espanhola venceu a Itália por 3 a 0, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Em seguida, ele sequer foi colocado em campo no massacre por 8 a 0 sobre Lichtenstein, fora de casa, na rodada anterior do qualificatório para o Mundial.

"Villa não tem o ritmo que tinha quando esteva conosco anteriormente por causa da lesão que sofreu e entendemos que há companheiros que estão em bom momento de forma física que podem nos ajudar", afirmou Lopetegui ao justificar a ausência do atacante das duas próximas partidas da Espanha.

Além de descartar Villa, o treinador trouxe como principais novidades na convocação desta sexta-feira os retornos dos atacantes Rodrigo Moreno (Valencia) e José Callejón (Napoli), além do meio-campista Asier Illarramendi (Real Sociedad).

A Espanha lidera o Grupo G das Eliminatórias Europeias, com 22 pontos, depois de ter vencido sete e empatado apenas um dos oito jogos que disputou até aqui. A Itália é a vice-líder da chave, com 19 pontos, enquanto a Albânia é a terceira colocada, com apenas 13, seguida por Israel, com nove.

Apenas os líderes de cada grupo do qualificatório europeu garantem vaga direta no Mundial, enquanto oito dos nove vice-líderes disputarão um playoff que definirá mais quatro classificados para a competição que será realizada na Rússia.

Confira os convocados da seleção espanhola:

Goleiros - Kepa Arrizabalaga (Athletic Bilbao), David De Gea (Manchester United) e Pepe Reina (Napoli).

Defensores - Jordi Alba (Barcelona), Cesar Azpilicueta (Chelsea), Marc Bartra (Borussia Dortmund), Dani Carvajal (Real Madrid), Nacho Fernandez (Real Madrid), Nacho Monreal (Arsenal), Gerard Pique (Barcelona) e Sergio Ramos (Real Madrid).

Meio-campistas - Isco Alarcón (Real Madrid), Marco Asensio (Real Madrid), Thiago Alcântara (Bayern de Munique), Sergio Busquets (Barcelona), Andrés Iniesta (Barcelona), Asier Illarramandi (Real Sociedad), David Silva (Manchester City), Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid) e Koke (Atlético de Madrid).

Atacantes - Iago Aspas (Celta), José Callejón (Napoli), Rodrigo Moreno (Valencia), Álvaro Morata (Chelsea) e Pedro Rodríguez (Chelsea).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.