Lopetegui pede Espanha 'no limite' para vencer a Itália nas Eliminatórias

Técnico quer superação por parte de comandados contra italianos

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2016 | 17h44

A Espanha terá pela frente um duelo complicado logo na segunda rodada das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Fora de casa, em Turim, vai encarar a Itália na disputa pela liderança do Grupo G. O técnico da seleção, Julen Lopetegui, sabe da dificuldade que a partida deverá exigir e, por isso, pediu que seus comandados atuem "no limite".

"A gente espera uma partida atrativa e exigente, que nos fará ir ao nosso limite para superá-los. É uma grande Itália, que vai nos exigir muito. Viemos com a esperança e a vontade de fazer uma grande partida", declarou.

O último confronto entre os países aconteceu há pouco mais de três meses, quando a Itália derrotou a Espanha por 2 a 0 e se garantiu nas quartas de final da Eurocopa, eliminando a rival. De lá para cá, as duas seleções mudaram de treinador. No lado espanhol, saiu Vicente Del Bosque para a chegada de Lopetegui, enquanto no italiano Giampiero Ventura substituiu Antonio Conte.

"A Itália está há anos jogando com uma filosofia parecida. O Prandelli começou, o Conte seguiu mudando alguma coisa e agora o Ventura, que cresceu na Itália acostumado a jogar neste sistema. Sua ideia é parecida no ataque e na defesa, é uma equipe que joga com coletivismo automático e que funciona muito bem", analisou o técnico espanhol.

Além de uma grande seleção, a Espanha terá pela frente o veterano Gianluigi Buffon, um dos destaques da partida da última Eurocopa. "É uma lenda viva da Itália e da história do futebol. Um goleiro que segue no nível máximo com sua idade é fruto de uma grande trajetória profissional e uma preparação cuidadosa a nível pessoal", reconheceu Lopetegui.

Mais conteúdo sobre:
Espanha Itália Buffon Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.