Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Loss admite situação delicada, mas garante ter respaldo no Corinthians

Técnico viu alvinegro sofrer nova derrota sob o seu comando, desta vez para o Fluminense, pelo Brasileirão

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2018 | 00h38

O técnico Osmar Loss está pressionado no comando do Corinthians. O time completou a quarta partida sem vitória no Campeonato Brasileiro e, apesar de ainda estar vivo na Copa do Brasil e na Libertadores, parte da torcida já pede uma mudança na equipe. O treinador reconhece a situação delicada, mas garante ter respaldo do grupo e da diretoria.

"Acho que essas avaliações devem ser feitas de modo coletivo. Temos uma comissão técnica, uma direção atuante, se eles acharem que os jogadores não estão respondendo o que a gente propõe. O cenário do futebol é de resultados. Mas nosso feedback dos atletas é positivo", explicou o treinador, ao ser questionado se deixaria o comando caso sentisse que não consegue extrair mais do grupo.

Para Loss, a expulsão do paraguaio Romero fez diferença na derrota por 1 a 0 para o Fluminense, nesta quarta-feira, no Maracanã. O jogador recebeu cartão vermelho aos 42 minutos do primeiro tempo e a partir daí o time atuou com um jogador a menos. Para o treinador, a situação ficou complicada porque o Corinthians teve de correr atrás do resultado e o desgaste com dez em campo foi muito maior.

"Não tenho dúvida de que a expulsão prejudica qualquer equipe. Jogar um tempo inteiro com um a menos desgasta, traz dificuldades, e era um jogo bom de jogar, pois iríamos corrigir os problemas no intervalo", disse o técnico, ciente de que a equipe não teve uma boa atuação no primeiro tempo.

Mesmo no revés, o treinador corintiano tentou extrair algo bom do duelo no Maracanã. "A torcida do Corinthians pode esperar brio e disputa, como foi no segundo tempo da partida. Essa característica dos atletas nos dá confiança. Os torcedores podem abraçar o time que daremos muitas alegrias para eles", frisou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Osmar Loss futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.