Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Loss vê Corinthians mais seguro para encarar o Colo-Colo no Chile

Técnico destaca mudança de postura da equipe após a Copa do Mundo

O Estado de S.Paulo

07 Agosto 2018 | 20h06

Um Corinthians mais confiante e seguro vai enfrentar o Colo-Colo nesta quarta-feira, às 21h45, em Santiago, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. Pelo menos é o que promete o técnico Osmar Loss, que destaca a melhora da equipe após a Copa do Mundo.

"Uma equipe nunca está pronta. Tem mais a desenvolver e a acrescentar. Mas estamos muito mais seguros e confiantes do que no período pré-Copa. Com tempo para trabalhar, a equipe ia corresponder, pela perda de jogadores naquele momento. A gente está seguro e convicto do que fazer dentro de campo. Certamente vamos trazer bons resultados daqui para frente", projetou o treinador, em entrevista coletiva realizada no estádio Monumental, local da partida contra o Colo-Colo.

O treinador acredita que os jogadores conseguem assimilar melhor o que ele passa após um mês de treinamento, durante a disputa do Mundial e os amistosos realizados no mesmo período. "Acho que as ideias estão bem implantadas. Agora é rotina, repetição, segurança de movimentos e leitura estratégica do adversário, para a gente fazer pequenos ajustes. A ideia é mexer o menos possível na estrutura e ir ganhando mais eficiência", explicou. 

Em relação ao time, ele não quis adiantar e deixou claro que, ao contrário de seu antecessor Fábio Carille, não deverá antecipar a formação das equipes todas as vezes. Esconder o time é uma forma de tentar dificultar o trabalho do adversário. 

Quanto a Valdivia, o treinador nega que seja a única preocupação. "Todos os jogadores. Valdivia, Paredes, Barrios, todos têm rodagem nesta competição. Por mais que tenham chegado recentemente, se integraram rapidamente. Estamos preparados para conter os avanços deles", assegurou.

Apesar do mistério, Loss deve escalar o Corinthians com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Douglas, Jadson, Clayson e Pedrinho; Romero.  

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.