Marcio Fernandes/Estadão
Marcio Fernandes/Estadão

Love diz que não teve chances no clássico e Tite defende atacante

Técnico ainda tenta encontrar o melhor substituto de Guerrero

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 19h41

Vagner Love só tem motivos para esquecer o clássico contra o Santos, neste sábado, na Vila Belmiro. O Corinthians perdeu o jogo por 1 a 0, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e o centroavante mal pegou na bola.

O jogador, que herdou a camisa 9 do peruano Paolo Guerrero, afirmou que jogou muito isolado no ataque. Por isso, ele teria participado pouco do jogo. "É complicado, joguei muito de costas (para o gol). Não tive nenhuma chance".

Após a saída de Guerrero, o técnico Tite viu abrir uma lacuna no ataque do Corinthians. Primeiro ele deu chance a Romero. O paraguaio, porém, não aproveitou a sua oportunidade.

Tite defendeu Vagner Love e disse que não vai mexer no time a cada resultado ruim. "Tenho de dar sequência. Não se pode crucificar um jogador a cada rodada. Precisamos vencer um clássico. Precisamos, mas tenho de ter um equilíbrio".

Com a derrota, o Corinthians deixou o G4 do Brasileirão, com 13 pontos - foi ultrapassado pelo Atlético Mineiro. O time volta a jogar só no próximo sábado, quando enfrenta o Figueirense, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.